rio-de-janeiro

Noticias

Para garantir preservação, comércio vai ser regulamentado na Prainha, Rio
Ambulantes terão que fazer aulas de conscientização ambiental. Praia em reserva ecológica recebeu selo internacional de qualidade.
G1.com.br | 22-Nov-2014 23:57

Demolição de supermercado em Madureira, Rio, continua no domingo

Segundo subsecretário, uma das ruas próximas pode ser liberada. Trabalhos se concentrarão nos fundos do local.
G1.com.br | 22-Nov-2014 23:23

Bope é chamado na Rocinha um dia após ataque a equipe de reportagem
Policiais da UPP trocaram tiros com criminosos na comunidade. Tropa de elite foi acionada para auxiliar na busca por suspeitos.
G1.com.br | 22-Nov-2014 23:06

Suspeito de resgate de traficante em hospital é preso no RJ
Vitor Machado, o PQD, foi preso em São João de Meriti. Ele teria participado do resgate de Bebezão em Niterói.
G1.com.br | 22-Nov-2014 22:47

Chuva atinge bairros isolados do Rio; previsão é de domingo nublado

Sábado teve sensação térmica na casa dos 43°C na Zona Oeste. Meteorologia indica que temperaturas estão em queda.
G1.com.br | 22-Nov-2014 22:40

Flanelinhas são presos durante jogo do Vasco no Maracanã
Secretaria de Ordem Pública prendeu 19 suspeitos. Vinte veículos estacionados irregularmente foram rebocados.
G1.com.br | 22-Nov-2014 21:51

Rio tem praias cheias em sábado com sensação térmica de 43ºC

Máxima foi registrada em Guaratiba. No domingo, temperatura deve cair.
G1.com.br | 22-Nov-2014 20:58

Traficantes trocam tiros com policiais da UPP da Rocinha

RIO - Policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Rocinha trocaram tiros com traficantes na tarde deste sábado. O confronto assustou moradores da comunidade, onde havia muito movimento nas ruas. De acordo com a assessoria das UPPs, os agentes realizavam um patrulhamento de rotina, quando se depararam com bandidos.

O tiroteio começou por volta das 16h na Rua 1, na localidade conhecida como Terreirão. Segundo policiais que participaram da ação, os traficantes foram surpreendidos quando organizavam um baile funk.

Depois do confronto, homens do Batalhão de Operações Especiais (Bope) foram acionados para participar das buscas aos envolvidos no ataque. No entanto, nenhum deles tinha sido localizado até o início da noite. Também não houve feridos nem apreensão de drogas ou armas.

O Terreirão é uma das nove áreas ainda dominadas pela facção criminosa que comanda as bocas de fumo na comunidade. Segundo o major Leandro Nogueira, comandante da UPP da Rocinha, nesses pontos, a PM encontra dificuldades para enfrentar o tráfico que se beneficia da existência de becos e vielas.

Na sexta-feira, traficantes fizeram disparos em direção a uma equipe do GLOBO que fazia reportagem sobre projetos de urbanização na favela. Os jornalistas, que não ficaram feridos, estavam na Via Ápia, bem em frente à associação de moradores da comunidade.


Globo Online | 22-Nov-2014 20:37

Motociclista fica ferida em acidente na BR-101, em Angra dos Reis, RJ
Veículo que ela conduzia bateu contra carro no km 512, na altura do Frade. Silene da Silva Macedo, de 49 anos, machucou perna direita, diz PRF.
G1.com.br | 22-Nov-2014 20:12

Assaltos mudam rotina de moradores e comerciantes de Vila Isabel, Rio
Pesquisa do ISP demonstra que roubos subiram 75,6%. Sensação dos moradores é de que falta patrulhamento.
G1.com.br | 22-Nov-2014 16:31

Polícia busca imagens de câmeras que ajudem a identificar bandidos que assaltaram casa de Zelito Viana
Zelito Viana e a mulher Vera: bandidos também invadiram o imóvel do casal em julho deste ano - Domingos Peixoto/18.07.14 / Agência O Globo

RIO - Policiais da 9ª DP (Catete) fazem diligências para tentar localizar imagens de câmeras de segurança de casas vizinhas que possam ter registrado a ação dos bandidos que assaltaram a casa do cineasta Zelito Viana, na noite de sexta-feira, no Cosme Velho. De acordo com o delegado titular da 9ª DP, Roberto Gomes Nunes, o caso está sendo investigado e a perícia de local foi realizada no local. Os policiais irão também entrar em contato com a vítima para apresentar o álbum de fotos de suspeitos para checar se algum deles participou do roubo.

Na manhã deste sábado, moradores da Rua Senador Pedro Velho - onde já aconteceram quatro assaltos este ano e onze no total - acordaram assustados com a notícia de que a casa de Zelito havia sido assaltada de novo. Já é a quinta vez. Muito preocupado com a insegurança no bairro, um dos vizinhos de Zelito pensa em se mudar. Ele, que é arquiteto e preferiu não se identificar porque também teve a casa assaltada há 10 dias, acredita que tenha sido vítima da mesma quadrilha:

— Foi a mesma coisa na minha casa: eles entraram e nos amarraram com fitas adesivas. O modo como agiram foi o mesmo. Foram muito violentos. O que me espanta é a ousadia do bando, que já assaltou cinco vezes a casa do Zelito, há dez dias assaltou a minha e, agora, volta para assaltar novamente a casa dele. Estão muito seguros de que a região não é devidamente policiada.

De acordo com outro vizinho, que também pediu para não ser identificado, onze casas já foram assaltadas na rua pelo bando.

— O que acho estranho é que eles só estão roubando as casas desta rua, que tem uma guarita com segurança. Do perímetro da guarita para fora, nenhuma casa foi assaltada. Estou desconfiando de algumas coisas, mas fico com medo de falar antes de me reunir com todos os moradores — disse.

Segundo outra moradora que reside perto do cineasta, sua residência também já foi invadida pelo mesmo grupo duas vezes em nove meses.

— O que me preocupa é que da primeira vez em que entraram só roubaram as coisas. Mas, da segunda vez, bateram muito na gente. Eles são extremamente agressivos e sempre que voltam as agressões são maiores. Os assaltos estão regulares, é inaceitável — disse.

Apesar de a rua contar com uma guarita em um segurança, o acesso ao condomínio é permitido sem qualquer tipo de identificação. Com o carro descaracterizado, a equipe de reportagem do GLOBO passou da cancela de segurança e entrou no condomínio sem ser parada na porta.

Para Magaly Vianna, moradora do Cosme Velho, não há policiamento durante a noite na região.

— Os policias deveriam estar patrulhando a região. Mas, ao contrário disso, se você quiser encontrá-los, basta descer a rua e procurar na frente das padarias e bares, onde ficam a noite toda aguardando comida e outros agrados dos comerciantes, enquanto ficamos amarrados apanhando de bandidos dentro da nossa própria casa. O comércio tem policiamento, mas nós não.

De acordo com o executivo Paulo Carvalhares, que deixou uma casa na rua para ir morar em um prédio da rua ao lado, não é seguro morar em casas no bairro:

— Saí porque sou dono de uma das onze casas que foram invadidas. Os assaltantes também entraram duas vezes na minha residência. Da segunda, eles estavam tão seguros que nem fizeram questão de esconder o rosto. Tiraram as máscaras. A certeza da impunidade é o que alimenta esta gente.


Globo Online | 22-Nov-2014 15:55

Mercado atingido por incêndio em Madureira começa a ser demolido

Segundo a Defesa Civil, imóvel coloca outras casas em risco. Peritos do ICCE realizaram uma vistoria externa do imóvel.
G1.com.br | 22-Nov-2014 15:30

Bombeiros continuam trabalho de rescaldo 48 horas após incêndio

Demolição de mercado em Madureira deve começar neste sábado (22). Operários vão trabalhar em duas frentes: ruas Alaíde e Domingos Lopes.
G1.com.br | 22-Nov-2014 14:53

Acidente de carro deixa motorista ferido na BR-393, em Três Rios, RJ
Batida envolvendo dois veículos aconteceu no km 155, em Bemposta. Vítima foi encaminhada ao Hospital Nossa Senhora da Conceição.
G1.com.br | 22-Nov-2014 14:34

Desativação do Terminal Rodoviário da Misericórdia, na Praça XV, confunde os usuários de ônibus
Usuários recebem orientação sobre a mudaça de trajeto das linhas, que faziam ponto final no terminal - Agência O Globo / Márcia Foletto

RIO — A desativação do Terminal Rodoviário da Misericórdia, na Praça XV, que começou na manhã deste sábado e estava prevista para terminar às 13h, pegou alguns usuários de ônibus desprevenidos. Apesar de agentes da prefeitura terem distribuído folhetos informativos desde quarta-feira, além de placas e avisos por alto falantes, houve surpresa durante o desmonte da estrutura do local. Os pontos finais de quarenta linhas de ônibus estão sendo transferidos para dar lugar às obras do Porto Maravilha.

O militar Gabriel Moraes, usuário da linha 254 (Madureira-PraçaXV), recebeu um panfleto informativo durante esta semana, mas ainda estava confuso com as rotas.

— Esse papel é muito confuso; recebi durante a semana, mas não tinha lido ainda. Só agora, com a orientação que recebi, consegui descobrir onde fica o novo ponto final. Pelo menos é mais perto do meu trabalho — disse.

Alguns nem sabiam das mudanças, caso da técnica de enfermagem Bárbara Lira, usuária da linha 380 (Curicica-Praça XV).

— Não vi nenhuma divulgação. Estou indo para Paquetá e levei um susto. Recebi o panfleto agora aqui no Terminal.

Já a enfermeira Adriane Guerra afirmou que, para ela, passaram a informação de que o terminal só seria desativado na segunda-feira. Ela reclamou da demora de chegada dos ônibus no novo ponto final, na Praça Marechal Âncora:

— Já estou há um tempão esperando e nada.

Até a fiscal rodoviária Bianca Lima parecia tão preocupada quanto os usuários. Após se inteirar das mudanças, ela ajudou os agentes de informação, prestando orientações.

— Tem pouca gente da prefeitura para tirar as dúvidas da população. Até os motoristas de ônibus estão perdidos. Eles só receberam as orientações sobre o mudança hoje e estão aprendendo agora o novo percurso.

INFOGRÁFICO: As mudanças no trânsito do Centro

Segundo o secretário municipal de Transportes, Alexandre Sansão, que chegou ao local por volta das 11h, a circulação de ônibus continuará parcial ao longo deste sábado.

— Por mais que a gente informe antes, as pessoas só se dão conta no primeiro dia da mudança e é normal este transtorno. Vamos dar este tempo para as elas se adaptarem. Os explicadores estarão por aqui também durante a semana, o tempo que for preciso.

De acordo com a Secretaria municipal de Transporte, para atender a integração com as barcas as linhas 130, 131 e 202 serão transferidas para Praça Marechal Âncora, onde farão acesso pela Avenida General Justo. As demais linhas serão divididas entre os pontos na Avenida Churchill, em ambos os sentidos; Rua Santa Luzia, Avenida Almirante Barroso e Avenida General Justo.

— É uma mudança mais leve. O objetivo dela é liberar a Praça Quinze, onde está o terminal para obras de revitalização da frente marítima que estão sendo feitas pela prefeitura — afirmou o secretário.

O ponto de táxi localizado na rotatória da Praça Marechal Âncora será transferido para a lateral da praça à beira mar. Também será modificado o trajeto da ciclovia, que passará para a esquerda no Largo da Misericórdia e à direita na Ladeira da Misericórdia, em direção à Avenida Alfred Agache.

As linhas 2342, 2343 e 2344 com destino à Ilha do Governador passarão a ter o ponto final na Avenida Almirante Barroso sentido Avenida República do Chile, entre a Avenida Presidente Antônio Carlos e a Rua Debret. Todas as demais vão operar em modo circular com pontos reguladores nos locais indicados.


Globo Online | 22-Nov-2014 13:45

Operações combatem crimes ambientais nas praias da Região dos Lagos
A fiscalização não impediu o estacionamento irregular na restinga e no calçadão da orla da Praia do Peró - Divulgação / Foto do leitor

RIO - A Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientes (Cicca), da Secretaria estadual do Ambiente, antecipou para este sábado a operação de choque de ordem nas praias da Região dos Lagos que estão nos limites do Parque Estadual da Costa do Sol e da Área de Proteção Ambiental do Pau-Brasil. A ação acontece depois de uma série de crimes ambientais cometidos nas praias nos últimos fins de semana, por causa da falta de fiscalização.

A operação começou por volta das 10h30m nas praias do Peró e das Conchas, em Cabo Frio, e em Araruama, para impedir a realização de um passeio de jipes pelas dunas entre Maricá e Arraial do Cabo. O passeio foi organizado pelo Jipe Clube de Maricá, em comemoração aos seus dez anos. O clube foi notificado para suspender o evento.

Segundo o coordenador da Cicca, coronel José Maurício Padrone, o Inea instalou uma base operacional na Praia das Conchas, e a fiscalização será feita todos os fins de semana, com reforço de efetivo, até o carnaval. Os principais alvos das operações serão o estacionamento de veículos sobre áreas de restinga, sambaquis e calçadões, além de repressão aos grupos que fazem churrasco e acampamento junto à vegetação de restinga.

Com apoio do município, os agentes também vão fiscalizar o comércio irregular de alimentos, tráfego de embarcações em áreas proibidas e o uso de ônibus e vans piratas para transporte de excursionistas. Os veículos em situação irregular serão apreendidos e levados para o depósito público. A fiscalização também vai reprimir a ocupação excessiva da areia da praia pelos quiosques para não prejudicar o uso e a circulação de banhistas e turistas.

- O Inea vai intensificar ações de comunicação e sensibilização dos banhistas/turistas quanto a questões ambientais, apoiando-se na base instalada na Praia das Conchas, que também servirá de apoio para os agentes da prefeitura, PM e Bombeiros – disse o coronel Padrone.

Todos os órgãos envolvidos na Operação Verão se reuniram no início da semana na Secretaria municipal de Meio Ambiente de Cabo Frio. O município se propõe a montar uma cancela com o objetivo de controlar o acesso à Praia das Conchas. Os ambientalistas e moradores reclamam da falta de policiamento desde que foram desativados os dois postos da polícia ambiental na Região dos Lagos após a extinção do Batalhão de Polícia Florestal da PM. Eles cobram investimentos em meio ambiente por parte da empresa particular que cobra pelas vagas de estacionamento em áreas de preservação somente no verão.

- As praias do Parque da Costa do Sol precisam urgentemente de ordenamento e atenção. São os melhores atrativos turísticos da Região dos Lagos. É triste ver tanta agressão num lugar tão belo, ao longo de sete quilômetos de litoral, das Conchas ao Pontal do Peró - lamentou o ambientalista Paulo Bayer.


Globo Online | 22-Nov-2014 13:40

Convento de Santo Antônio, de 400 anos, abre visita a mausoléu real

RIO - As portas históricas e pesadas do Convento de Santo Antônio, no Largo da Carioca, estão se abrindo. As visitas ao interior do prédio, construído desde 1608, estarão liberadas ao público na quinta-feira. Por um ingresso de R$ 5, sempre às quintas, o visitante poderá apreciar peças raras da história do Rio e do País. Uma das grandes novidades é o acesso ao Mausoléu do Convento, um salão onde estão ossadas de frades e de alguns membros da família real brasileira, como a urna mortuária da Princesa Paula Marianna, filha do Imperador D.Pedro I. A iniciativa visa a arrecadar recursos para a continuação de obras de restauração do conjunto arquitetônico, iniciadas sete anos atrás.

— É um convento histórico de 1608. O primeiro andar foi edificado em 1620, com a igreja — explica o guardião, Frei Ivo Müller, o responsável pela instituição. — Paramos a obra, no ano passado, depois da Jornada Mundial da Juventude, por falta de recursos. Agora, para fechar alguns buracos abertos, a gente tem de fazer promoções. Enquanto os recursos não vierem das grandes empresas, a gente precisa contar com os fiéis que aqui frequentam.

Os estudos destinados a definir as intervenções haviam começado em 2004, e a restauração em 2007, com patrocínio de algumas empresas, entre elas Vale, BNDES e Petrobras. As obras — estimadas em R$ 45 milhões — foram interrompidas no ano passado.

O acesso ao interior do convento ficava restrito aos sacerdotes ou a visitas agendadas. O público só tinha acesso às missas das igrejas e ao confessionário. A oportunidade de passar pelas portas de madeira escura e viajar em quatro séculos de história é rara. Ocorrerá às quintas-feiras, das 11h às 13h, exceto nos feriados, como anuncia cartaz escrito à mão na entrada. Mas, para Frei Ivo, o período será suficiente na fase inicial.

— Vamos colocar apenas um dia na semana, mas mais tarde a gente pode acrescentar outros dias. À exceção, são grupos que possam agendar, uma vez que venham com professor ou arqueólogo. Não há nenhuma dificuldade em agendar em qualquer outro dia da semana, de segunda a sábado — esclarece o sacerdote.

Para o religioso, o curto horário da visita também é suficiente.

— Penso que é possível fazer em meia hora o roteiro que estamos ofertando — diz o frade, que disponibilizará guias voluntários ou os próprios frades para acompanhar os visitantes. As explicações serão apresentadas em português, inglês ou italiano.

As atrações são muitas. Na restauração, mais novidades vieram à tona, como a pintura original das capelas, em tons dourados e peças de terracota, do início do Século XVII.

— No roteiro, passamos pelo claustro (corredor construído em torno do pátio), as capelas internas, o Mausoléu da Família Imperial e a sacristia histórica de 1748, para que o povo possa desfrutar dessas belezas, uma vez que este povo ajudou também a construir esta casa — observa o frade.

Em um dos salões, outra preciosidade, ainda em uso no convento: a mesa em que se tramou o Dia do Fico e se discutiu a primeira constituição do Brasil.

Os recursos da visitação serão suficientes apenas para atenuar transtornos com as obras paradas e agir nos casos mais graves, como o de rebocos em risco de queda. Solução só mesmo quando novos recursos forem capitalizados com grandes empresas. Outra ação para recolher fundos ocorreu experimentalmente terça-feira, 18: almoço oferecido no refeitório dos frades, também aberto ao público. A entrada custou R$ 20, incluindo sobremesa, bebidas à parte.

— Em relação ao almoço estamos fazendo uma experiência. Preço bem acessível, modesto, comida caseira. Fizemos uma pré-lista e mais de 100 pessoas se inscreveram, embora só tivéssemos previsto 80 pratos. Se o povo gostar, a gente continua depois — prometeu Frei Ivo.

Quem participou do almoço aprovou a iniciativa e aproveitou para um passeio por trecho dos corredores e jardins.

— Estou encantada com isso. A gente fica muito emocionada. Já vim aqui outras vezes, mas só havia visitado as igrejas – afirma a dona de casa Ruth Tavares, 71 anos, após a refeição, em visita com a irmã e o marido.


Globo Online | 22-Nov-2014 13:00

Niterói recebe pela primeira vez um evento de Food Truck

Festival faz parte das comemorações pelos 441 anos da cidade. Alta gastronomia a preços populares é o maior destaque do evento.
G1.com.br | 22-Nov-2014 12:16

Demolição de mercado que pegou fogo em Madureira começa na manhã deste sábado
As ruas Domingos Lopes e Alaíde, respectivamente, na frente e nos fundos do mercado, foram fechadas para o trânsito - Agência O Globo / Roberto Moreyra

RIO - Com quase duas horas de atraso, começou quase meio-dia a demolição do supermercado atacadista Assaí, em Madureira, que pegou fogo na última quinta-feira. O trabalho começou pela Rua Alaíde, mas na Rua Domingos Lopes, os homens de uma empresa terceirizada contratada pelo Assaí só poderão iniciar o serviço quando técnicos da Light desligarem a rede elétrica. De acordo com o subsecretário da Defesa Civil, Márcio Motta, a derrubada do que sobrou do mercado deve durar alguns dias.

— Esse não é um trabalho que se conclui de uma hora para outra. A empresa contratada pelo mercado terá duas frentes de serviço. Uma ficará na entrada principal, na Rua Domingos Lopes, que terá o objetivo de liberar essa via até a segunda-feira. E a outra, nos fundos, na Rua Alaíde, que é onde estão os nove imóveis que foram preventivamente interditados. É preciso ter muita cautela nessa atividade para não comprometer a integridade dessas casas do entorno — explica Motta.

Dos dois imóveis vizinhos ao mercado, que foram condenados pela Defesa Civil, apenas um será demolido, já que o outro desabou horas depois do incêndio.


Globo Online | 22-Nov-2014 12:15

Céu fica ensolarado neste sábado
Temperaturas permanecem elevadas, com máxima prevista de 37°C. Há possibilidade de chuva no período da noite.
G1.com.br | 22-Nov-2014 11:38

Acusado de participar de resgate a bandido em hospital de Niterói é preso no Rio

RIO - Policiais militares do Grupo de Ações Táticas do Batalhão de São João de Meriti prenderam, na noite de sexta-feira, um dos bandidos mais procurados do estado do Rio. Vítor Diego Machado Gesteira, de 25 anos, conhecido como PQD, foi encontrado no Morro da Bica Seca, no Centro de São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O Disque-Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 20 mill por informações que levassem até o criminoso. Segundo a PM, PQD participou do resgate do traficante Johnny Luís da Silva, que foi retirado do Hospital Estadual Azevedo Lima, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, este mês.

O bandido foi encontrado por volta das 22h. Ao perceber a chegada da polícia, Vítor tentou fugir, mas acabou capturado com uma pistola. Ele faz parte da quadrilha do traficante Celso Pinheiro Pimenta, conhecido como Playboy, que chefia a venda de drogas no Morro da Pedreira, em Costa Barros, na Zona Norte do Rio. Os policiais informaram que PQD foi designado para implantar um ponto de venda de drogas na comunidade onde foi preso. Além disso, o criminoso participou de invasões em comunidades dominadas por facções rivais na Zona Norte do Rio.

Vítor é um dos 15 bandidos que invadiram o hospital em Niterói para resgatar o criminoso Johnny Luís da Silva, baleado durante um confronto com a PM, no bairro da Pavuna, na Zona Norte do Rio, durante uma tentativa de roubo de carga. Na ação de resgate ao criminoso, na madrugada do dia 10 de novembro, o grupo trancou funcionários e pacientes no CTI.


Globo Online | 22-Nov-2014 11:23

Colisão lateral entre dois ônibus deixa dois feridos no Maracanã
O ônibus da linha 629 atingiu a lateral do micro-ônibus, que foi arrastado por cerca de 30 metros - Eduardo Naddar / Agência O Globo

RIO - Duas pessoas ficaram feridas em um acidente envolvendo dois ônibus, na noite de sexta-feira, na Avenida Professor Manoel de Abreu, próximo à Rua São Francisco Xavier, no Maracanã, na Zona Norte do Rio. Segundo os bombeiros, as vítimas — Carlos Alberto de Oliveira, de 63 anos, e Luciana Maria dos Santos, de 33 — foram encaminhadas para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro. Ainda não há informações sobre o estado de saúde delas.

O acidente aconteceu por volta das 23h. O ônibus do consórcio Internorte, que faz a linha 629 (Irajá-Saens Peña), bateu na lateral do micro-ônibus do consórcio Intersul, da linha 539 (Rocinha-Leme), que estava a caminho da garagem. O motorista do micro-ônibus disse que seguia pela Avenida Professor Manoel de Abreu quando o motorista do outro coletivo avançou o sinal da Rua São Francisco Xavier, atingindo violentamente a lateral do veículo. O micro-ônibus foi arrastado por cerca de 30 metros. Bombeiros do quartel de Vila Isabel fizeram o resgate das vítimas.

Os veículos já foram retirados da via, e as pistas estão liberadas para o tráfego.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:22

Niterói sedia torneio Pokémon neste domingo
Concorrido. Felipe Alves, dono da Legion Card Games, sede do evento - felipe hanower

NITERÓI - Osobrado de número 89 na esquina da Rua Coronel Gomes Machado, no Centro da cidade, vai se transformar numa arena de batalhas épicas amanhã, a partir das 9h. Competidores de diversas partes do país se reunirão na loja Legion Card Games para disputar o Campeonato Regional de Pokémon — um dos jogos de cartas mais populares do mundo.

De acordo com o proprietário da loja, Felipe Alves, já estão inscritos competidores até mesmo da Bahia.

— Os participantes poderão acumular “Play! Points” (pontos ganhos em uma atividade oficial de Pokémon) para o Campeonato Nacional, no ano que vem. Já o vencedor do torneio brasileiro disputará o Mundial, que acontecerá nos EUA — explica Alves.

O evento, promovido pela Copag — pioneira na fabricação e distribuição de card games no mercado brasileiro —, reunirá participantes de diversas faixas etárias, divididos em três categorias: júnior (nascidos em 2004 ou depois), sênior (nascidos em 2000, 2001, 2002 ou 2003) e máster (nascidos em 1999 ou antes).

As vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas na própria loja. As taxas são de R$ 10 (para as categorias júnior e sênior) e R$ 30 (máster). Mais informações pelo telefone 2621-4894.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Ronaldo Jacaré recebe prêmio nos Estados Unidos e se prepara para disputar cinturão do UFC
Jacaré se prepara na academia XGYM Brasil, no shopping Barra World - Eduardo Naddar / Agência O Globo

RIO — O melhor lutador de jiu-jítsu do planeta, dentre os atletas de MMA, mora no Recreio dos Bandeirantes. Ronaldo Jacaré, um dos astros brasileiros do UFC, foi premiado, no mês passado, como o melhor atleta de jiu-jítsu na Mixed Martial Arts World Jiu-Jitsu Expo, evento que aconteceu na Califórnia, Estados Unidos. Ele começou a treinar a modalidade aos 17 anos, e, hoje, aos 34, ostenta cinco títulos mundiais.

— Fiquei muito feliz por participar do evento e ainda mais por ganhar o prêmio. Concorri com muitos campeões. Agora estou ainda mais motivado a continuar a fazer o trabalho que venho fazendo. O prêmio é muito importante, não tem como explicar o quanto fiquei feliz — comenta o peso-médio, que, há um ano e dois meses, assinou contrato com o UFC.

Jacaré nasceu em Vila Velha, no Espirito Santo e virou ídolo em Manaus, cidade na qual morou e deu seus primeiros passos no esporte, mas escolheu a Zona Oeste do Rio para viver com a família. Hoje ele está na fase final da recuperação de uma cirurgia no cotovelo direito e já se prepara para retomar o seu grande objetivo, que é conquistar o cinturão da categoria peso-médio do UFC.

— Eu já estou credenciado para disputar o cinturão, mas vou fazer mais uma luta antes de disputar o título. Estou pronto para encarar quem quer que seja — conta o atleta, que, logo após esta entrevista, soube que enfrentará o cubano Yoel Romero, em 28 de fevereiro de 2015, em Los Angeles, pelo UFC 184.

O atual dono do cinturão de peso-médio do UFC é o americano Chris Weidman, que, no mesmo evento, em fevereiro, lutará contra o brasileiro Vitor Belfort. Caso supere Romero, Jacaré deverá enfrentar, a seguir, o vencedor deste duelo. Mas Anderson Silva e Lyoto Machida também estão querendo o cinturão. Enquanto atletas e público aguardam os próximos capítulos que envolvem a saga de Jacaré, ele segue treinando e se concentrando no Brasil.

— É um privilégio morar no Recreio dos Bandeirantes. Sou muito feliz aqui, e minha família ama esse lugar. E além do mais, treino em um lugar de que gosto — afirma o lutador, pai de Enzo Gabriel e Ryan.

Jacaré estreou no MMA em 2003 e, de lá para cá, soma 25 lutas, sendo 21 vitórias, três derrotas e um empate.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Futebol de fim de semana ganha seriedade com jogos marcados pelo computador, uniformes e juízes
Partida da Liga de Futebol 7 de Niterói - Divulgação/Liga de Futebol 7 de Niterói

NITERÓI — O juiz apita e a bola rola na grama sintética, observada por um mesário, responsável por anotar o que acontece em campo. No fundo da cena, um fotógrafo registra a partida. A cena comprova que a típica pelada do fim de semana — encontro com amigos para jogar futebol e se divertir — ganha cada vez mais status de brincadeira séria em Niterói.

Hugo Chalita lembra que tudo começou com a dificuldade de marcar peladas. Para descomplicar, ele resolveu, há dois anos, criar um evento no Facebook e incluir um ranking dos times que conhecia. Surgiu então a ideia de fazer um torneio, chamado Amistosos Niterói, inicialmente só para os mais chegados, num total de quatro times.

PLANEJAMENTO FACILITA

Ainda em 2012, a procura cresceu e foi realizada a segunda série de jogos, dessa vez com 13 equipes, e criada uma segunda divisão de oito times. Hoje já são 213 grupos envolvidos e sete campeonatos diferentes em andamento. Para Chalita, essa maior organização da pelada diminui a dor de cabeça dos jogadores.

— Antes era preciso ir no local do jogo, pagar sinal, correr atrás de árbitro, achar adversário. Hoje não. Quem quiser pode marcar pelo computador — diz.

O idealizador ressalta ainda que, apesar da organização dos Amistosos, na prática o que se realiza não são campeonatos:

— São peladas mesmo. Não tem muita exigência como nos campeonatos. Não cobramos nem uniforme, é para ser um encontro de amigos — diferencia.

A Liga de Futebol 7 Society de Niterói, a Liga Independente de Niterói Futebol 7 e o Torneio de Pais e Mestres do Abel também surgiram em encontros de amigos, mas a organização que atingiram foi tão grande que hoje realizam mais do que simples peladas.

— É um campeonato amador, mas praticamente semiprofissional. Há todo um planejamento — diz Luiz Carlos Pacheco, presidente da Liga de Futebol 7 Society de Niterói.

TRADIÇÃO NO ABEL

Com jogos sempre nos fins de semana, a Liga de Futebol 7, criada há dez anos, conta com cinco competições oficiais: a Super Copa, com 48 times; a Copa do Brasil, com as séries Ouro, Prata e Bronze; o Rio/Niterói, em que oito equipes de cada uma das divisões enfrenta times da Liga do Rio; e a Copa dos Campeões, na qual os vencedores da Série Ouro disputam com equipes de toda a Federação de Futebol 7 do Estado do Rio.

Muitas são as competições também na Liga Independente de Niterói Futebol 7, formada há um ano. O campeonato tenta criar uma elite do futebol soçaite com os 16 times mais organizados em termos de respeito aos horários e ao regulamento, adimplência, comparecimento nos jogos e uso de uniforme.

— A organização da pelada vem crescendo verticalmente e horizontalmente porque organizar melhor significa curtir mais a pelada. Alguém precisa se preocupar com os aspectos administrativos — explica David Bastos, que preside a Liga Independente.

Existem inclusive times com uma constituição mais profissional em termos de estrutura, como o Znit Futebol Society. Criado em 2007, ele é uma empresa sem fins lucrativos com CNPJ desde 2011 e conta com corpo administrativo composto de presidente, vice, tesoureiro, secretário e conselho fiscal, além de técnico profissional que atua em times do Rio.

Tradição na cidade desde os anos 50, o torneio do colégio Abel também investe nas peladas. A competição, em campo próprio com grama sintética, conta com iluminação, ambulância na porta da escola, patrocínio, gandula, árbitros da CBF, mesário para anotar todos os resultados, tabela de classficação em site na internet, troféu, medalhas e premiações individuais. Os participantes contribuem com um auxílio de R$ 800 anuais para custear as despesas.

A organização, no entanto, não retirou o principal motivo para os jogos, como afirma Sergio Pires, de 52 anos, 22 de campeonato:

— O mais importante é a união. É uma atividade física e também mental para sair do pique do trabalho. E ainda tem o famoso chope ao final das partidas para confraternizar.

*Com supervisão de Milton Calmon Filho


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Linha de turismo niteroiense inaugurada este mês faz o roteiro Orla Guanabara
O gaúcho Diego Marcadenti olha a paisagem a caminho da Fortaleza de Santa Cruz - Freelancer / Fernanda Dias

NITERÓI — Descobrir que a Pedra de Itapuca, na Praia de Icaraí, teve a parte que a ligava ao continente implodida no século XIX para que a principal rua do bairro fosse construída é uma das deliciosas e inúmeras curiosidades apresentadas a quem entra na van de turismo da Neltur, que começou a circular no dia 1º, apenas aos finais de semana e feriados nacionais. O roteiro Orla Guanabara começa e termina no Caminho Niemeyer, passando por pontos como a Cantareira, o Museu de Arte Contemporânea, a Fortaleza de Santa Cruz e o Campo de São Bento.

Mesmo para niteroienses “da gema”, o passeio é um prato cheio. Para turistas como a família Marcadenti, que veio do Rio Grande do Sul, o tour é uma rápida imersão na história local.

— Já conhecemos bem o Rio, mas nunca tínhamos vindo a Niterói, então decidimos reservar um fim de semana para descobrir a cidade — conta Terezinha Marcadenti, acompanhada do marido e dos dois filhos.

Dentro da van, monitores bilíngues dão informações sobre os lugares, e cada passeio tem duração de cerca de duas horas, com paradas de dez minutos no MAC e na Fortaleza de Santa Cruz. Quem quiser entrar nos pontos turísticos pode descer da van e esperar pela próxima, uma hora depois.

SERVIÇO

Nos fins de semana e feriados nacionais, a van sai do início do Caminho Niemeyer a cada hora, entre as 10h e as 16h. Tel.: 0800 2827755. Passagem: R$ 10


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Crianças da rede pública de Niterói mostram, em desenhos, como querem ver a cidade no futuro
Pamella da Fonseca vê um futuro com educação e saúde - Reprodução

NITERÓI — Os cadenciados acordes de “Como será o amanhã? Responda quem puder” são figurinha fácil nos carnavais fluminenses. O refrão, que inspira o sonho, também povoa, ainda que inconscientemente, a cabeça de pelo menos 5.300 crianças e adolescentes niteroienses. Foi esse o número de estudantes do ensino fundamental de 42 escolas municipais que participaram do concurso “Criando a Niterói do amanhã”, fruto de uma parceria entre a Secretaria de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle (Seplag) e da Fundação municipal de Educação (FME).

Lançado em agosto, o concurso envolveu três categorias: desenho, redação e redação ilustrada. Em todas elas, os alunos deveriam abordar o mesmo tema: “Que Niterói você quer?”. A premiação ocorreu no início deste mês, contemplando os três primeiros colocados de cada um dos quatro ciclos do ensino fundamental, em cada categoria. O primeiro lugar ganhou um tablet; o segundo, uma câmera fotográfica; e o terceiro, um MP3.

A competição foi criada para contribuir com a elaboração do Plano Estratégico da cidade, lançado ontem pela prefeitura.

— Ninguém melhor para falar do futuro do que as crianças. Ao planejar as metas da cidade para os próximos 20 anos, nós vimos que faltava uma visão mais humanizada. E fomos buscar isso com elas — explica a secretária de Planejamento, Patricia Audi. — Nos trabalhos, o que me chamou atenção foi o senso cívico de grande parte das crianças. A questão ambiental esteve muito forte, retratada por elas principalmente como algo que depende das atividades cotidianas de cada cidadão. Saúde, educação, segurança e mobilidade sempre foram os eixos centrais do plano, mas também demos ao meio ambiente o destaque que as crianças pedem.

Na primeira quinzena de dezembro, será lançado o livro “Criando a Niterói do Amanhã”, reunindo os 34 trabalhos mais bem colocados. A publicação será distribuída gratuitamente nas escolas e em alguns pontos da cidade, ainda não definidos.

Desenho da estudante Nicoly Rodrigues - Reprodução / Reprodução

Entre as obras que se destacaram no concurso, está a redação ilustrada da estudante Lorena Leite, que, até o início deste ano, era analfabeta. Apenas aos 12 anos de idade, ela começou a frequentar a Escola Municipal Anísio Teixeira, e, em menos de dez meses, seus sonhos descritos em letras alcançaram o terceiro lugar entre os alunos do primeiro ciclo fundamental.

— O caso da Lorena é emocionante e inspirador. A mãe dela e uma irmã mais velha são dependentes de drogas e, durante um tempo, essa família morou na rua. No início do ano, ela passou a morar com o pai, que a matriculou pela primeira vez numa escola. Ela não só se alfabetizou como foi capaz de se destacar. Isso mostra que o processo de educação, quando bem feito, é capaz de transformar vidas de forma muito rápida — analisa Patricia Audi.

A banca que avaliou os trabalhos foi formada por sete profissionais: a escritora Fernanda Belém, o caricaturista Daniel Silva (Dan), a designer Luiza Raj, as jornalistas Maria Inez Magalhães e Simone Ronzani, a coordenadora da Licenciatura em Letras da UFF, Beatriz Feres, e a atriz e autora Danielle Fritzen.

— Os alunos mais novos falam muito sobre limpeza. O desenho da Nicoly Rodrigues, por exemplo, mostra a Baía de Guanabara com uma vida aquática incrível. Já o desenho que mais me chocou foi um que mostra apenas uma pessoa numa cadeira de rodas, sozinha. Pareceu-me um protesto relacionado à falta de acessibilidade — conta Luiza Raj.

Além da contribuição dos estudantes, a prefeitura contou com uma pesquisa via internet, na qual 5.570 pessoas opinaram sobre as mudanças que desejam para a cidade.

O QUE ILUSTRES DE NITERÓI DESEJAM PARA A CIDADE

“Menos carros, mais estradas, mais pontes e mais policiamento” - Roberto DaMatta, antropólogo.

“Precisamos de mais mobilidade e incentivos para a cena cultural da cidade” - Dalto, cantor.

“Que Niterói volte a ser tranquila, sem violência. Crescemos de forma muito desordenada” - Fernanda Keller, triatleta.

“A cidade é linda, mas precisa de muito mais segurança pública” - Josie Pessoa, atriz.

“Quero ter a tranquilidade de andar na rua sem enfrentar tanta violência” - Gusttavo Clarão, presidente da Viradouro.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Niterói traça metas para desenvolvimento até 2033

NITERÓI - Com base nos anseios da população, mostrados no portal Niterói que Queremos, a prefeitura de Niterói elaborou um plano estratégico que traça 30 metas para o desenvolvimento da cidade, em diferentes áreas, até 2033. Para alcançá-las, o prefeito Rodrigo Neves, afirma que viabilizará 32 projetos até o fim de 2016, quando termina seu governo

Drone. A rocha sob a qual passará o Túnel Charitas-Cafubá - Felipe Hanower / Felipe Hanower

Além de tópicos que ultimamente tem pautado discussões da população, como mobilidade e segurança, há outras medidas na lista de prioridades: alcançar taxa de 100% de cobertura de pré-escola; oferecer 100% de cobertura de banda larga nas unidades de educação; universalizar o acesso à rede de esgoto (o índice hoje é de 90%) e abastecimento de água; reduzir a zero o déficit habitacional de 15 mil moradias; retirar 27 mil pessoas de áreas de risco; despoluir as praias da orla da Baía de Guanabara e recuperar 507 mil hectares de áreas verdes degradadas, entre outras.

— Não é um plano de um partido, mas um projeto de governo — diz o prefeito.

Entre as propostas de curto prazo, há ações polêmicas como a requalificação do Centro, a revisão do Plano Diretor e o armamento da Guarda Municipal.

A conclusão da Transoceânica, via que ligará a Região Oceânica a Charitas por meio de um túnel, promete reduzir o tempo médio de deslocamento do niteroiense casa-trabalho dos atuais 45 minutos para 40 minutos até 2016. E para 29 minutos até 2033.

Rodrigo Neves avalia que para isso serão necessárias, além do túnel, a construção da Linha 3 do metrô e da implantação de um Veículo Leve sobre Trilhos, ligando Charitas à Praça Araribóia. A previsão é que os estudos de viabilidade do VLT sejam concluídos ainda neste governo.

O projeto também tem um eixo sustentável, de construção de ciclovias: os atuais 15km de traçado pulariam para 140km, unindo Itacoatiara ao Centro pela ciclovia Translagunar, que passaria pelas lagoas de Itaipu e Piratininga, e pelo túnel Charitas-Cafubá.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Niterói quer levar Médico de Família para metade da população
Cara nova. O posto do Médico de Família do Morro do Céu: reaberto em setembro após passar por reforma - divulgação/prefeitura de niterói / Divulgação/Bruno Eduardo Alves

NITERÓI - Importado de Cuba, o Programa Médico de Família (PMF) fez de Niterói referência nacional em atenção básica na década de 90, mas há seis anos passa por um processo de decadência, com escassez de investimento e consequente falta de insumos e pessoal. Mas essa vertente do setor de saúde tem lugar importante no plano Niterói que Queremos, e mudanças estão previstas já para os próximos dois anos.

Pelos cálculos da prefeitura, a previsão é que o número de pacientes atendidos suba de 130 mil para 267 mil, o que corresponderia à quase metade dos habitantes da cidade. Hoje, apenas 27,2% da população está coberta pelo programa, segundo dados do IBGE e do Sistema Único de Saúde (SUS).

Os investimentos que somam R$ 33 milhões para ampliação da rede de atenção básica serão feitos por meio do programa Mais Saúde, em parceria com o Ministério da Saúde. O prefeito Rodrigo Neves explica que a meta é levar a cobertura do Médico de Família a 100% das áreas consideradas de vulnerabilidade, favelas, em sua maioria:

— Atendemos 80% de áreas vulneráveis. Até o fim do ano serão entregues as reformas dos postos do Caramujo, Baldeador, Preventório, Souza Soares e Cafubá 3. Em 2015, concluiremos as reformas dos módulos da Vila Ipiranga, Atalaia, Cavalão e Viradouro, assim como ocorreu com a unidade do Morro do Céu, reaberta em setembro.

MORTALIDADE INFANTIL E MATERNA

Rodrigo disse ainda que em 2015 serão construídas módulos do Médico de Família em Sapê, Martins Torres e Jacaré.

— Niterói foi a primeira cidade do país a adotar o Médico de Família. Agora, seremos a primeira cidade da Região Metropolitana a ter 100% das pessoas, que realmente precisam, atendidas pelo SUS.

O plano para saúde visa ainda à redução da mortalidade infantil, que hoje é de dez mortos para cada mil nascidos vivos. A esperança é que esse número caia para 6,4. Também espera-se a diminuição da mortalidade materna: de 33,9 óbitos para cada cem mil nascidos vivos para 20.

O município também traçou melhorias para as unidades de saúde, como a reforma da Unidade Mário Monteiro, prevista para o segundo semestre de 2015, assim como a construção do novo prédio do hospital infantil Getulinho, cuja emergência fica pronta em agosto do ano que vem.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Maior estacionamento gerador de energia solar do país é construído em Niterói
A energia será consumida pelos prédios do grupo, e o excedente vai para a rede da cidade - Foto de Divulgação/Antonio Pinheiro

NITERÓI — A maior usina solar do Brasil, em Santa Catarina, entrou em funcionamento em agosto; um mês depois, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, vaticinou que “chegou a hora” da energia solar no país, expressão que já caiu na boca de um sem-número de autoridades públicas e investidores. Este mês, Niterói começa a engatinhar no assunto, sinalizando uma mudança: o maior estacionamento solar brasileiro — embora pequeno, comparado a outros países — acaba de ser construído na sede das empresas do grupo Enel, que inclui a Ampla, no bairro de São Domingos. O espaço de 260 metros quadrados, com capacidade para 20 carros, tem 175 painéis solares instalados pela Prátil, outra empresa do mesmo grupo. Essas placas devem gerar 60 mil kWh/ano, o suficiente para abastecer, por ano, mais de 30 residências com consumo médio de 155 kWh/mês.

— Apenas com a energia gerada pelo estacionamento, evitaremos a emissão de 5,2 toneladas de CO2 por ano na atmosfera. A geração solar é uma ótima opção para países tropicais como o Brasil, onde há boa incidência de sol durante grande parte do ano — ressalta o presidente da Prátil, Albino Motta.

O projeto permite a geração de energia para consumo próprio e o compartilhamento do excedente com o sistema elétrico. Segundo a Resolução 482 da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o excedente resulta em um crédito monetário na conta de luz de quem gerou a energia.

— Além de ser um sistema inteligente, as placas solares ainda dão sombra aos carros, o que agradou muito os funcionários — comenta Motta.

Na mesma linha de sustentabilidade, o grupo Enel lança este mês uma promoção para os funcionários, que poderão comprar bicicletas elétricas com desconto de 15% e maior número de parcelas. Queridinhas do meio ambiente, por não emitirem gases poluentes, elas costumam carregar, no entanto, preço bem salgado: cerca de R$ 2 mil.

— A iniciativa vai beneficiar, de forma indireta, toda a cidade, porque o aumento de pessoas circulando de bicicletas elétricas contribuirá para a difusão da prática em Niterói — acredita o presidente da Prátil.

CONDOMÍNIO SOLAR

Outra iniciativa de destaque, que ainda está em fase de estudos, é a construção de um condomínio solar feito em parceria entre a Ampla e a prefeitura. Ainda sem data para o projeto ser lançado, o objetivo já está definido: gerar energia para atender às escolas da rede. Segundo o prefeito Rodrigo Neves, o terreno da Concha Acústica abrigará o condomínio.


Globo Online | 22-Nov-2014 09:00

Casa do cineasta Zelito Viana, no Rio, é assaltada pela 2ª vez em 4 meses

Zelito e a mulher foram feitos reféns por cinco homens armados. Cineasta é irmão do falecido comediante Chico Anysio.
G1.com.br | 22-Nov-2014 04:41

No Rio, Disque-Denúncia tem funcionamento interrompido
Administradores dizem que problema é da operadora de telefonia. Número 2253-1177 deve voltar a atender até as 2h de sábado.
G1.com.br | 22-Nov-2014 00:18

Detran estima que 700 veículos foram atingidos em incêndio no RJ

Carros eram considerados 'sucata' pelo órgão. Detran não sabe origem do fogo; perícia ainda será realizada no local.
G1.com.br | 22-Nov-2014 00:18

Banheiros são retirados de terminal e motoristas de ônibus do Rio reclamam
Neste sábado (22), ponto final de 40 linhas de ônibus será alterado. Condutores fizeram xixi na rua; mictórios foram retirados um dia antes.
G1.com.br | 21-Nov-2014 23:59

Incêndio atinge barreira acústica da Linha Vermelha, no Rio
Até as 19h50 não havia informações sobre a causa ou feridos. Barreira separa a via da favela,
G1.com.br | 21-Nov-2014 23:52

MPF dá aval para a deportação de neozelandês capturado no Rio

Procuradoria emitiu parecer favorável à Justiça Federal. Polícia da Nova Zelândia se dispôs a arcar com os custos da viagem.
G1.com.br | 21-Nov-2014 23:44

Demolição de mercado em Madureira, no Rio, deve começar no sábado (22)
Bombeiros ainda tentam apagar focos de incêndio. Moradores de casas interditadas resgataram objetos pessoais.
G1.com.br | 21-Nov-2014 23:39

Vacinação contra poliomielite e sarampo vai até dia 29 no Rio
A meta é imunizar 95% das população infantil dentro do público-alvo. Vacinas podem ser tomadas em mais de 200 postos e clínicas da família.
G1.com.br | 21-Nov-2014 23:09

Acidente com quatro carros na Ponte Rio-Niterói deixa dois feridos
Segundo a CCR Ponte, o acidente ocorreu na altura da Reta do Cais. Feridos foram encaminhados para o Hospital Municipal Souza Aguiar.
G1.com.br | 21-Nov-2014 23:08

Sargento que invadiu armado depósito da Seop para retirar carro dava aulas de ética e polícia cidadã na Acadepol
Câmera mostra pistola na cintura do policial - Reprodução de vídeo

RIO - Selecionado por meio do programa Banco de Talentos da Secretaria de Segurança, o sargento PM Arley Ribeiro Silva, lotado no 9º BPM (Rocha Miranda), é um dos policiais que ministram aulas de ética, direitos humanos, polícia cidadã e psicologia para policiais civis novatos na Academia de Polícia Civil (Acadepol). O mesmo Arley está preso no Batalhão de Rocha Miranda por ter invadido, armado com uma pistola, o depósito municipal de veículos rebocados da Secretaria da Ordem Pública (Seop), no Recreio dos Bandeirantes, na madrugada de quinta-feira.

Identificando-se como major (patente superior), Arley ameaçou os funcionários e retirou seu carro, um Toyota Hilux, que havia sido rebocado na quarta-feira, depois de ser encontrado pela fiscalização estacionado em local proibido, sobre a calçada da Rua Otávio de Faria, também no Recreio. Segundo o comando da PM, ele ficará preso por 72 horas, que podem ser porrogadas por mais 72 horas. O policial foi ouvido, mas o teor de suas declarações não foi revelado.

Em nota, por meio de sua assessoria de imprensa, a delegada Jéssica Oliveira, diretora da Acadepol, explicou que o sargento não exerce um cargo, e sim tem uma função na Acadepol. “Ele presta um serviço à Secretaria de Segurança através do Banco de Talentos, não é lotado na academia”. A diretora disse, ainda, que não pode recusar a próxima indicação dele e nem pode descartá-lo, pois isso cabe somente à Subsecretaria de Ensino da Secretaria de Segurança. No momento, ele não está ministrando nenhum curso na Acadepol.

O GLOBO entrou em contato com a Secretaria de Segurança para saber há quanto tempo o policial prestava serviços por meio do programa Banco de Talentos. A assessoria de imprensa informou, entretanto, que está ainda avaliando a situação do policial para saber quais providências tomar.

O programa Banco de Talentos da Secretaria de Segurança começou em setembro de 2011, para aproximar a polícia da sociedade. Inspirado na política de pacificação de comunidades carentes do estado, a ideia do projeto é mudar a formação de policiais civis e militares, a partir de práticas da cultura cidadã. A subsecretaria de Ensino e Programa de Prevenção, responsável pela criação do programa, promove chamadas públicas para selecionar os corpos docentes, inclusive professores universitários especializados em segurança pública. O sargento foi um dos selecionados.

A invasão do sargento ao depósito da prefeitura do Rio provocou revolta. O secretário da Ordem Pública, Leandro Matieli Gonçalves, lamentou o episódio, afirmando que encaminhará um relatório ao comando-geral da PM, com recomendação para a abertura de uma investigação e sugerindo que o policial seja excluído da corporação. A invasão foi filmada pelo circuito interno do depósito.

— É uma vergonha, um absurdo. Eu, oriundo da PM, estou envergonhado com a atitude desse policial militar. Logo um policial que deveria dar o exemplo. Um policial jamais faria isso: invadir um depósito público, na marra, na força — criticou o secretário da Ordem Pública.

O sociólogo Ignácio Cano, do Laboratório de Análise da Violência da Uerj, disse que a atitude do policial é sintomática.

— Estamos mal. Numa sociedade onde a autoridade não sabe que a lei é para todos, os exemplos são sintomáticos. Acredito que agora a corregedoria da PM deve puni-lo com rigor. O trânsito, aliás, é um modelo da falta de civilidade do cidadão — lembrou o sociólogo.

O caso foi registrado como ameaça na 42ª DP (Recreio) ainda na madrugada de quinta-feira. O guarda municipal Sandro Fernandes, responsável pelo plantão no depósito, na Avenida das Américas 19.600, contou aos policiais civis que o PM chegou às 4h50m ao local. Do lado de fora, ele passou a esmurrar o portão. Gritando ser PM, ele queria entrar. Dizia ainda que seu veículo havia sido rebocado e exigia que o liberassem naquele mesmo momento. Sandro foi chamado para resolver a situação.

De acordo com o boletim de ocorrência, o guarda municipal explicou ao policial que, para liberar o carro, ele teria que pagar, numa agência bancária, a diária e a taxa de reboque. Foi quando o motorista teria se apresentado como major da PM, mostrando a carteira da corporação. Ainda de acordo com o boletim, muito agitado, o policial insistiu que levaria o carro. O guarda voltou a repetir que não seria possível. Nesse momento, o policial invadiu o depósito e caminhou em direção ao local onde os carros rebocados ficam estacionados. Ao localizar seu Hilux, o PM entrou no veículo (modelo que custa pelo menos R$ 60 mil) e dirigiu até a saída do depósito.

No portão, ele teria exigido que o guarda municipal e o coordenador do depósito, Edson Paixão, abrissem o portão. Nesse momento, segundo o boletim, Arley desceu do carro e sacou a pistola que levava na cintura, exigindo a abertura do portão. Revoltado, o policial teria ameaçado os funcionários, mandando que todos ficassem atrás do seu carro. O grupo obedeceu. A porta foi aberta e o policial saiu com seu carro. Ao todo, seis funcionários teriam sido rendidos.

— Éramos seis pessoas no depósito. Tentei, com os outros colegas de trabalho, convencê-lo, de maneira respeitosa e dentro dos procedimentos legais, que o carro estava apreendido e que ele não poderia levá-lo daquela forma. Nesse momento, ele disse ser policial e sacou a pistola de cor preta, rendendo a mim e outros funcionários, mandando que abríssemos o portão — contou o segurança Marcondes da Silva Brígido.


Globo Online | 21-Nov-2014 22:36

Rio - 18h30: Colisão entre carro e moto ocupa faixa na Av. Ayrton Senna
Acidente ocorreu no sentido Linha Amarela, na altura da Gardênia Azul. Motoristas enfrentam lentidão no local.
G1.com.br | 21-Nov-2014 22:36

Idosa segue internada após acidente de ônibus e trem na Baixada

Sandra R. Silva, de 73 anos, ficou presa entre a poltrona do ônibus e o trem Segundo a Defesa Civil de Guapimirim, 41 pessoas ficaram feridas.
G1.com.br | 21-Nov-2014 22:06

Rio - 17h50: Colisão entre dois carros bloqueia faixa da Av. Epitácio Pessoa
Acidente ocorreu no sentido Rebouças, na altura da Fonte da Saudade. Motoristas enfrentam lentidão no local.
G1.com.br | 21-Nov-2014 21:51

Caminhão-baú tomba e trânsito fica lento na Serra das Araras, em Piraí, RJ
Carreta enguiçou por causa do congestionamento e interrompeu fluxo. Acidente aconteceu no km 224 da pista sentido São Paulo, diz PRF.
G1.com.br | 21-Nov-2014 21:31

Rio - 17h10: Obras ocupam faixa da Avenida Marechal Fontenele
Trabalhos acontecem no sentido Vila Valqueire, em Realengo. Motoristas enfrentam trânsito intenso no local.
G1.com.br | 21-Nov-2014 21:10

Renan Pitanga, ator de Malhação, faz show gratuito em Copacabana

Evento Jovens Tardes será realizado no Quiosque da Globo. Ele apresentará músicas de ColdPlay, Cazuza e Tim Maia.
G1.com.br | 21-Nov-2014 20:52