rio-de-janeiro

Noticias

Veja a agenda dos candidatos ao governo do RJ neste sábado (20)
Sete candidatos disputam a eleição para governador do estado. Acompanhe a agenda dos candidatos ao longo do dia no G1.
G1.com.br | 20-Set-2014 11:00

Água na Boca: comemore o dia da banana com muitos sabores

RIO — Há muito tempo a banana deixou de ser só a fruta que colore a geladeira ou que representa o Brasil no exterior. A culinária adotou a banana e faz pratos incríveis, que vão da sobremesa doce às frituras e purês, passando aos pratos salgados. De tão importante, ganhou um dia só para ela: 22 de setembro.

Para comemorar, O GLOBO-Zona Norte faz uma lista de pratos oferecidos na região, para comer sem peso na consciência; afinal, a banana é rica em potássio (que evita cãibras), fibras, vitaminas e minerais.

Engana-se quem pensa que a fruta só “engorda e faz crescer”. Ela tem poucas calorias e pouco açúcar, e dá sensação de saciedade.

Domino’s. Pizzas de banana que vão de R$ 11,90 a R$ 46,90. - Divulgação / Divulgação
ZN - Água na Boca - Crepe de Banana do Crepelocks no Norte Shopping. - Divulgação /
Lanchinho. A Casa da Empada oferece a unidade por R$ 3,90. - Divulgação / Divulgação
ZN - Água na Boca - Banana Caramelada do Sorvete Itália no Shopping Nova América. - Divulgação /

ONDE COMER

Domino's

Rua Magalhães Couto 220, Méier. Telefone: 2596-1000.

Crepelocks

NorteShopping. Avenida Dom Hélder Câmara 5.474, praça de alimentação, 2º piso, Cachambi. Telefone: 2591-0013.

Casa da Empada

Carioca Shopping. Avenida Vicente de Carvalho 909, 1º piso, Vila da Penha. Telefone: 2489-2558.

Sorvete Itália

Shopping Nova América. Avenida Pastor Martin Luter King Junior 126, quiosque 75. Telefone: 2583-1234.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Produtores da Região Serrana participam da segunda edição de prêmio de gastronomia
Queijos de cabra da Da Fazenda Genève, de Teresópolis, concorrem ao prêmio - / Divulgação

TERESÓPOLIS -Até o dia 31 de outubro, é possível votar pela internet para eleger as melhores delícias da culinária na segunda edição do prêmio Maravilhas Gastronômicas do Estado do Rio de Janeiro. A premiação tem o objetivo de divulgar e dar visibilidade à produção local, colaborando para desenvolver a cultura do gosto regional e fortalecer a identidade cultural e a economia do território fluminense.

— No Ano Internacional da Agricultura Familiar, nossa proposta é celebrar os tesouros culinários do estado. É essa diversidade gastronômica que enriquece nosso prato do dia-a-dia e nossa cultura alimentar — diz o jornalista Junior, idealizador do projeto e autor dos livros “Roteiros do sabor brasileiro” e “Roteiros do sabor do Estado do Rio de Janeiro”.

Estão concorrendo mais de cem produtos distribuídos em dez categorias: da água, da terra, cachaças, cafés, cervejas, conservas e patês, doces e compotas, laticínios, mel e queijos. São 105 produtores participantes, sendo que 42 deles são de Petrópolis, Teresópolis, Nova Friburgo, Guapimirim, Cachoeiras de Macacu, Miguel Pereira e Paty do Alferes.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Mechas de cabelo viram perucas para mulheres com câncer
Solidariedade: Com as doadoras atrás, Ana Cláudia (sentada, de branco) segura a faixa junto com Ivana - Gustavo Stephan / Agência O Globo

NITERÓI- Antes da foto que reúne algumas das integrantes da campanha “Eu cortei, eu doei”, Ivana Barreto pede uma pausa para retocar o batom. A vaidade da advogada, que enfrenta o câncer de mama, não a impediu de transformar um momento de sofrimento na chance de ajudar alguém. Assim que descobriu a doença, Ivana ignorou o apego, cortou os cabelos compridos e doou as mechas para a campanha, criada para que mulheres com câncer tivessem perucas feitas com mechas doadas.

— O tratamento não é uma coisa fácil, a mulher sente muito quando cai o cabelo. A gente não consegue aliviar as dores físicas, mas essa doação pode aliviar um pouco a dor da alma, e isso é muito bonito — conta Ivana, emocionada.

A “Eu cortei, eu doei” só foi possível devido à empresária Ana Cláudia Carvalho. Tudo começou quando Ana foi ao Inca oferecer ajuda e a orientaram a arrecadar mechas de cabelo para fazer perucas. Decidiu então fazer de sua loja de artigos católicos, a Maná, no Centro, um posto de coleta.

— É uma alegria ver como a campanha cresceu porque é muito bom poder deixar as pessoas felizes. A auto-imagem é muito importante. Não é só estética, ela ajuda a combater a doença com mais rapidez — avalia Ana Cláudia.

A campanha tem uma parceria com três salões da cidade, que cortam de graça o cabelo de quem quiser doar. São eles: Shopping Beleza Ingá, D&D e Espaço Juliana Paes.

As mechas são encaminhadas para a Fundação Laço Rosa e para o Cabelegria.

Para Patricia Bulle, gerente da Laço Rosa, atitudes como a de Ana Cláudia, Ivana e tantas outras doadoras funcionam como um remédio.

— Se as pessoas soubessem como as mulheres ficam felizes, elas doariam mais. É muito bonito ver pessoas que tiram um pedaço delas para ajudar a resgatar vidas — conta.

A Maná fica na Rua Visconde do Rio Branco 571, loja 5.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Niterói Antigo: Memória fotográfica da cidade resgatada num link
Cristina Serra posa ao lado de sua página no Facebook: memórias que emocionam - Gustavo Stephan / Agência O Globo

NITERÓI- Tire uma história da gaveta! Esse é o pedido da página Niterói Antigo para os moradores de Niterói que estão no Facebook. Criada em 2012 pela aposentada Cristina Serra, a página conta a história da cidade por meio de fotos do passado. Algumas são enviadas pelos próprios leitores e mostram o antes e depois de locais importantes, como a Praia de Icaraí, as ruas do Centro e o antigo Abrigo de Bondes.

Um antes e depois campeão em curtidas foi o da Paróquia Porciúncula de Sant’Ana, em Icaraí. Assim como as demais fotos, os comentários são saudosos. “Quantas lembranças! Eu casei nesta igreja”, comentou uma seguidora.

A ideia de criar a página surgiu da vontade de Cristina de saber mais da história de Niterói. Ela começou a procurar fotos e pedir às pessoas que enviassem seus próprios registros.

— Meu avô tinha uma das primeiras fábricas de colchão da cidade. Outras pessoas tem histórias como essas; então, eu juntei todas e coloquei na página. Cada pessoa tem uma parte pra contar. A história é isso, ela é formada de pequenos pedaços — explica.

Família se reúne em 1960, na Praça Getúlio Vargas, em Icaraí. - Acervo Pessoal / Thereza Christina Bittencourt

A assistente social Tânia Flores é curtidora fiel do Niterói Antigo:

— Eu acho a página muito legal. Eu, por exemplo, vi uma foto do Largo do Moura em 1950 e pensei: nossa, eu estava nascendo ali naquele ano.

Outra intenção que Cristina teve ao criar a página foi despertar o interesse das crianças.

— Queria levá-las a pesquisar o nome da rua e do bairro delas. A ideia era fazer com que tivessem a percepção da história a partir dessa pesquisa — diz.

Observar as mudanças e os problemas que ainda permanecem também são propostas da página. Foi isso que chamou a atenção de Solange Levy:

— Gosto de comparar o ontem e o hoje da cidade para ver o que foi feito em termos de urbanização e preservação. Quando eu achei a página, descobri uma Niterói que eu não conhecia — avalia a arquiteta.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Profissionais de Niterói levam suas ideias para a Morar Mais por Menos
Carioquês. No “quarto do bebê carioca”, de Bruna Maciel e Letícia Loureiro, homenagens ao Rio, como o painel do Pão de Açúcar - Bárbara Lopes / Agência O Globo

NITERÓI - Em sua 11ª edição carioca, a mostra Morar Mais por Menos bateu um recorde: é a que teve a maior participação de profissionais de Niterói. Em 17 ambientes, há o toque de 15 arquitetos ou decoradores da cidade. E o evento, realizado na Barra da Tijuca até o dia 19 de outubro, mantém o seu conceito: apresentar projetos que priorizem a sofisticação e que caibam no bolso, sem abrir mão da sustentabilidade.

O estilo de vida despojado, à beira-mar, bem característico do carioca, é a principal inspiração dos trabalhos. Como no ambiente “suíte dos hóspedes”, de Antonio Guilherme Bezerra, com peças de design feitas a partir da reciclagem de papelão, jornal e garrafa PET.

— Priorizei o conforto e a descontração. Por isso, busquei meios de minimizar o efeito de enclausuramento que a inclinação da área provocava. Usei, por exemplo, o papel de parede escuro, com efeitos 3D, para tirar a sensação plana do ambiente; e também organizei a mobília no lado mais baixo e deixei a parte de circulação na área mais alta — explica Bezerra.

O Rio de Janeiro está bastante presente no “quarto do bebê carioca”, criado pelas arquitetas Bruna Maciel e Letícia Loureiro.

— O papel de parede colorido e o painel no formato do Pão de Açúcar são alguns dos elementos que transmitem a leveza que desejávamos — diz Letícia.

CORES E DESCONTRAÇÃO DÃO O TOM AOS AMBIENTES

Um ambiente lúdico, onde as crianças esquecem de todo e qualquer aparato tecnológico. Este é o efeito provocado pela “brinquedoteca” criada por Ana Cano Milman e Lavínia Jobim. A dupla testou o ambiente com os pequenos das suas próprias famílias e afirma: todos eles amaram.

— Cogitamos disponibilizar games, mas com criatividade poderíamos eliminar a necessidade por esses subterfúgios. As luminárias de nuvens, a pintura nas paredes remetendo ao mar e o barco feito com restos de marcenaria são um dos principais elementos para chamar atenção deles — afirma Lavínia.

O clima marítimo também é o leme do “apartamento do esportista”, projetado pelo trio Sandra Wayand, Marcos Teixeira e Helena Bernardo.

— Homenageamos os irmãos e velejadores Martine Soffiatti Grael e Marco Soffiatti Grael, filhos de Torben Grael. O espaço tem uma pegada jovem, e retalhos de aço corten aparecem em vários elementos, por associarmos este material aos cascos de navios — detalha Sandra.

Já a “varanda da praia”, de Elvira Santana e Roberta Jardim, tem as cores como protagonistas.

— É um ambiente com a proposta de relaxamento. E, por isso, dentre todas as tonalidades, a que mais se destaca é o amarelo, que além de ser tendência, traz alegria ao espaço — afirma Roberta.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Futebol de São Gonçalo bota o pé na fôrma neste domingo
Treino. Jogadores do São Gonçalo F. C. durante atividade esta semana no campo no Gragoatá: preparados para tentar o primeiro título do clube. - / Angelo Antônio Duarte

NITERÓI - Neste domingo, às 15h, a nata do futebol de São Gonçalo vai calçar as chuteiras longe de casa para uma decisão histórica. São Gonçalo Futebol Clube e Gonçalense Futebol Clube entrarão no campo do Sampaio Corrêa, em Saquarema, para o primeiro jogo da decisão da Série C do Campeonato Carioca 2014. Os dois times estão invictos, já têm vaga assegurada na Série B em 2015 e buscam o primeiro título Carioca de suas histórias. O segundo jogo da final será dia 28, também às 15h, no Estádio Giulite Coutinho, do América, em Mesquita.

Comandado pelo técnico niteroiense Marcus Alexandre Cravo, o São Gonçalo Futebol Clube venceu 13 de 16 jogos e empatou três. O Gonçalense, por sua vez, venceu 13 e empatou quatro. Como foi superior na primeira fase, o Gonçalense entra com vantagem e pode empatar os dois jogos. O time sob comando de Alexandre Cravo conta com o goleiro menos vazado e o artilheiro do campeonato, Edu, com 15 gols. Na última rodada, o clube derrotou o Serrano por 5 a 0. A partida foi disputada no Estádio Carlos Gonçalves, em Rio Bonito.

ÔNIBUS PARA A TORCIDA

O técnico do São Gonçalo diz que o time embalou graças à força do elenco, formado por jovens que vieram de clubes grandes, como Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo. A maioria tem 21 ou 22 anos. Sem espaço nos grandes do Carioca, após saírem do time júnior, eles ficaram desempregados. Havia inclusive atletas que já tinham jogado o futebol para escanteio e estavam trabalhando em lojas ou como entregadores.

— Nosso clube tem um longo trabalho de preparação, com o objetivo de formar esses adolescentes pelo esporte e socialmente longe dos vícios — diz o técnico.

Quase todo o elenco mora em São Gonçalo, apenas quatro atletas vivem no Rio. O time profissional (21 a 23 anos) vinha treinando desde fevereiro em São Gonçalo, no campo alugado do Renner, mas esta semana realizou atividades num campo um pouco melhor, emprestado, no Gragoatá. Depois do segundo jogo da decisão, os jogadores vão descansar e só voltam a treinar em novembro para a Série B do ano que vem, que começa em fevereiro.

Conhecido como Tricolor Metropolitano, o Gonçalense fez seu último treino ontem no Campo do Paulão, em Rio Bonito. A diretoria fretou dez ônibus para a torcida viajar em caravana rumo à Região dos Lagos, para incentivar ao máximo a equipe.

Tá lá dentro! Atleta do Gonçalense comemora gol na vitória de 3 a 0 sobre o Duque-Caxiense, em jogo disputado no campo do Olaria, no Rio. - / Divulgação/Muller Souza

Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Passageiros reclamam que cooperativas e motoristas de táxi recusam viagens curtas
Cooperativas. Táxis de Niterói com insulfilm muito escuro. - Angelo Antônio Duarte / Agência O Globo

NITERÓI - Sexta-feira, por volta das 21h, o morador de Icaraí George Gomes tenta agendar, para a manhã do dia seguinte, um táxi para ir de sua casa até a Rodoviária Roberto Silveira, no Centro. Liga para a cooperativa Lig Tenha, e a resposta é negativa. A explicação? Problema no sistema. Tenta uma outra, a Cooptax, sem sucesso: agenda cheia, não há carros disponíveis. Busca uma terceira, a Real Táxi, nada. Sem sequer dar uma desculpa. Indignado, ele muda a estratégia: liga para as duas primeiras cooperativas e pede um táxi para o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, nas mesmas data e horário. Gomes fica surpreso e revoltado com a resposta: o problema no sistema parecia resolvido e não havia mais agenda cheia.

Alertada pelo leitor, a equipe de reportagem do GLOBO-Niterói repetiu os pedidos de Gomes, planejando os mesmos percursos. O resultado foi igual em duas das cooperativas, a Lig Tenha e a Cooptax. Na primeira ligação não havia disponibilidade para a viagem curta em Niterói, mas o segundo pedido, para atravessar a Ponte, poderia ser agendado. Na Real Táxi, o primeiro pedido desta vez foi atendido.

PREFEITURA PREVÊ MULTA

Moradora do Ingá, Camila Esposte afirma que o problema não ocorre só na hora do agendamento em cooperativas. Ela conta que recentemente tentou pegar um táxi na rua, perto de sua casa, para ir a Icaraí e o motorista alegou que não a levaria porque a distância era muito curta.

— Ele disse que não valeria a pena. Tive que esperar outro carro vazio — lembra.

De acordo com a assessoria da prefeitura, a recusa em marcar corridas curtas é passível de multa e até suspensão. Ela pede que que as denúncias contra cooperativas sejam encaminhadas ao Setor de Táxi da Subsecrataria de Trânsito e Transporte pelo telefone 2717-3155, das 9h às 17h. Se a recusa ocorrer na rua, a prefeitura informa que o passageiro deve anotar a hora, placa e autonomia (número do lado da porta) para fazer a queixa.

Sem fazer referência às negativas às corridas de curta distância, Paulo Roberto Andrade, diretor da Cooptax, alega que, por medida de segurança, o sistema não consegue agendar pedidos em grande quantidade. Ele diz que o número de habitantes da cidade cresceu muito e que a frota de táxi não acompanhou esse crescimento. Andrade explica que a Cooptax conta com 112 carros, mas como o trabalho é dividido por turnos, não há veículos suficientes para atender a todos os pedidos. Por isso, diz, alguns volta e meia são recusados. Além disso, lembra que a Cooptax tem contrato com empresas que usam vouchers, que acabam recebendo prioridade na hora de agendar corridas.

Na Lig Tenha, não foi encontrado um responsável para responder às queixas.

OUTRAS QUEIXAS

Moradores de Niterói têm outras críticas contra táxis da cidade. Eles dizem que os motoristas estão aplicando películas escuras demais, inclusive no vidro dianteiro, fora das especificações permitidas, impossibilitando até que os passageiros vejam se o veículo está ocupado ou não. E apontam grande quantidade de carros em mau estado de conservação. Bancos rasgados e ar-condicionado quebrado são as principais reclamações.

— Outro dia, durante uma corrida, um taxista disse que há 400 autonomias aguardando a liberação do prefeito. Segundo ele, é promessa de campanha presa por pressão dos taxistas com autonomia. Assim falta táxi na cidade — afirma Gomes, mais indignado ainda. — E para piorar há vários táxis bandalhas, em sua maioria velhos, rodando em Niterói, graças à pouca fiscalização. O taxista falou em quase 300.

A prefeitura esclarece que o cumprimento das normas do Conselho Nacional de Trânsito (Contram) é verificado nas vistorias anuais válidas para todos os veículos (táxis ou não). Se a película estiver fora dos padrões, o motorista é obrigado a retirá-la. E avisa que não serão distribuídas novas autonomias na atual gestão. Segundo a prefeitura, esse quadro só será alterado se for realizado um estudo de mobilidade urbana que comprove a necessidade de mais táxis no município.

Questionado sobre as recusas de cooperativas e taxistas para pequenos percursos, Carlos Eduardo Machado, presidente da Associação dos Taxistas de Niterói (Astan), pegou um caminho longo para fugir da explicação direta. Ele disse que o grande problema enfrentado pelos taxistas em Niterói é o mesmo de todo morador: o trânsito. Machado se queixa que os motoristas perdem mobilidade, e não conseguem chegar a tempo aos destinos. Para piorar, segundo ele, muitas vezes é impossível parar em frente aos prédios, principalmente na maioria das vias da Zona Sul, o que faz com que clientes desistam de corridas agendadas e tentem pegar táxis na rua.

Machado também critica o insulfilm porque, segundo ele, facilita a atuação de táxis piratas, levando perigo aos passageiros.

— No vidro de trás do meu táxi, uso um adesivo que diz: “Atrás de um vidro escuro, tudo é permitido” — afirma Machado.

O presidente da associação concorda que é preciso tentar tirar de circulação os táxis em estado precário que ainda rodam na cidade.

— A vistoria anual da prefeitura e a verificação das cooperativas devem estar falhando — lamenta ele.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Cursos e oficinas com exercícios para o cérebro ganham espaço no mercado
Sônia Cunha (à esquerda) e Mônica Borges, do Supera - Eduardo Naddar / Agência O Globo

NITERÓI - Frequentar uma academia de ginástica em busca de um corpo mais forte e saudável é algo que já se tornou natural, mas o que muita gente ainda não sabe é que também existem lugares especializados para aqueles que buscam exercitar o cérebro. Em Niterói, o curso Supera abriu recentemente a sua segunda filial na cidade, em Charitas (Rua Madre Maria Victória 90, sala 504 — 2704-0012).

Com apostilas específicas, os alunos praticam em sala de aula as atividades chamadas neuróbicas, que estimulam áreas distintas do cérebro, fazendo com que ele saia da rotina.

A diretora do curso em Niterói, Sônia Regina Cunha, explica que o cérebro humano, apesar de uma grande capacidade, é preguiçoso e se acomoda quando não é estimulado.

— Hoje em dia tudo está mudando muito rapidamente e precisamos sempre aprender coisas novas. Por isso, é importante que o cérebro esteja funcionando bem. No curso, utilizamos bastante o ábaco japonês, que é um instrumento milenar para fazer cálculos. Ele é tão importante para as atividades para o cérebro quanto uma esteira ou bicicleta é para as aeróbicas — explica.

As aulas, com duração de duas horas, acontecem uma vez por semana, e a mensalidade gira em torno de R$ 250 (sem incluir as apostilas).

A outra unidade do Supera fica em Icaraí (Rua Mem de Sá 3 — 2704-0012). Também no bairro, as fisioterapeutas Lucia Hallack e Maria Inês França desenvolvem uma oficina de estimulação da memória, voltada para pessoas acima de 50 anos.

— A oficina não é para pessoas que tenham alguma doença cerebral degenerativa, mas para aquelas com esquecimentos comuns da idade e que podem reverter a situação com algumas atividades — diz Lucia.

Segundo Maria Inês, em poucas aulas o aluno já começa a perceber uma grande diferença.

— A cada encontro são apresentados exercícios diferentes. O cérebro precisa de estímulos variados, ou se acomoda e tende ao envelhecimento. Exercícios cerebrais feitos de maneira rotineira apresentam efeitos muito positivos sobre a memória. Nosso cérebro precisa de desafios — explica.

As oficinais têm cerca de uma hora e 45 minutos de duração e são realizadas às quartas-feiras, com aulas às 10h ou às 16h. A mensalidade custa R$ 180. O endereço é Rua Gavião Peixoto 80, sala 602. Mais informações pelos telefones 3021-2969 e 2711-0227.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Niterói ganha alternativas de bares e restaurantes com espaço para shows ao vivo
Tradicional no Rio, casa ganha uma franquia na cidade - Banana Jack / Divulgação

NITERÓI - Um bom lugar para beber, comer, encontrar os amigos e assistir a um show é algo cada vez mais raro nos dias de hoje, em que as casas apostam em espaços menores e apenas com DJs para comandar o som. Na contramão dessa tendência, Niterói ganhou nos últimos tempos novas opções para quem não abre mão da música ao vivo. Os amantes do rock’n’ roll, por exemplo, têm desde junho duas boas alternativas na cidade: Banana Jack, em Icaraí; e All Star Rock ’N’ Bar, no Jardim Icaraí.

A primeira é uma franquia da casa que faz sucesso no Rio de Janeiro. De acordo com o administrador, Flavio Grimaldi, as atrações são de diferentes vertentes do gênero e também inclui grupos de blues.

— A música ao vivo é importante porque atinge um público que, além de comer, deseja uma diversão mais descontraída. A gente ganha cara de pub e deixa de ser somente um restaurante. A banda ajuda no clima de descontração e transforma o local — diz.

Já o All Star Rock ’N’ Bar foi idealizado por quatro amigos apaixonados por rock e frequentadores das principais casas do gênero no Rio de Janeiro, como Calabouço, em Vila Isabel; e Saloon 79, em Botafogo.

— Sentíamos falta de um lugar com esse perfil na cidade, principalmente na região do Jardim Icaraí — diz Marcelo Guimarães, um dos sócios.

Segundo ele, a repercussão foi maior do que a esperada. Em pouco mais de três meses, a página da casa no Facebook (facebook.com/allstarrocknbar) já conta com mais de nove mil seguidores. Toda a programação é disponibilizada ali.

Também em Icaraí, a Waxy Club reúne uma programação mais eclética, com atrações que vão do rock até samba ou funk. Além disso, em todos os dias de funcionamento sempre acontece um show de pop ou rock no jardim que fica anexo ao club. Apesar de já existir há uma década na cidade, a casa mudou-se para o endereço atual há dois anos.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Com paralisação das obras na Estrada Paraty-Cunha, ambientalistas temem prejuízos
Estrada Paraty-Cunha: obras paralisadas há um mês - Paulo Roberto Araújo / O Globo (27/11/2013)

RIO — Quase um mês após a paralisação das obras de pavimentação da Estrada-Parque Paraty-Cunha, entre o Rio e São Paulo, por decisão da Justiça federal, ambientalistas e autoridades fazem uma previsão trágica para o destino da via se a proibição for mantida por mais tempo. De acordo com o subsecretário estadual de Urbanismo Regional e Metropolitano, Vicente Loureiro, metade da estrada, que terá 9,4 quilômetros de extensão, já está pronta e poderá se deteriorar com o abandono forçado pela decisão da juíza federal Ana Carolina Vieira de Carvalho, de Angra dos Reis.

— Os prejuízos já existem. Os córregos estão sendo assoreados pela terra. Com uma chuva mais forte, as encostas que já foram escavadas para receber muros de contenção podem desabar. Mais de 80 estudiosos da Uerj estavam monitorando a fauna e a flora, catalogando e estudando as características e o comportamento dos animais da região, para protegê-los. Além dos prejuízos ambientais, há perdas sociais e econômicas. Moradores da Costa Verde adoentados, por exemplo, precisam procurar hospitais especializados em Guaratinguetá (próximo a Cunha, em São Paulo). Hoje, a viagem dura mais de duas horas e meia por outras estradas. Com a pavimentação da Paraty-Cunha, o tempo poderia ser reduzido para 45 minutos — disse Loureiro.

O secretário-executivo do Conselho de Desenvolvimento Sustentável da Baía da Ilha Grande (Consig), Valdir Siqueira, lamenta a desmobilização do canteiro de obras e do aparato montado por biólogos, veterinários e outros especialistas da Uerj.

— Todos os equipamentos, tanto das construtoras como dos professores, foram desmontados. Haviam sido instaladas câmeras e armadilhas para identificar animais e catalogá-los. Será uma estrada toda monitorada. Ônibus e caminhões não poderão circular — disse Valdir Siqueira sobre a paralisação da obra, que foi orçada em R$ 108 milhões. — Com certeza, com a paralisação, o custo vai aumentar.

FALTA DE ESTUDO AMBIENTAL

A decisão da Justiça, atendendo a pedido feito pela procuradora da República Monique Cheker, foi baseada na falta de estudo de impacto ambiental e relatório de impacto no meio ambiente (EIA-Rima). Mas, segundo Vicente Loureiro, o estudo ambiental feito por técnicos da Uerj é muito mais aprofundado do que um EIA-Rima.

— O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aprovaram o projeto. Ele foi todo concebido para tornar a região uma atração turística preservada — comentou Loureiro.

AUDIÊNCIA EM 21 DE OUTUBRO

A juíza federal Ana Carolina Vieira de Carvalho, de Angra dos Reis, marcou para o dia 21 de outubro, no fórum local, uma audiência de conciliação com os responsáveis pela obra de construção da Estrada-Parque Paraty-Cunha. Segundo o subsecretário estadual de Urbanismo Regional e Metropolitano, Vicente Loureiro, que participou de uma reunião na semana passada com a juíza, com o objetivo de sensibilizá-la sobre a importância da estrada para moradores da Costa Verde, a magistrada fez três exigências.

— Uma foi a realização de uma audiência pública. Ela quer saber qual o critério de escolha do traçado da estrada. Também quer a apresentação do estudo mostrando como serão feitos o controle e o monitoramento da via, no que se refere à proteção da fauna, especialmente durante a noite. Vamos mostrar a ela que estamos zelando pela preservação do meio ambiente e também a importância econômica, social e turística da obra. Do jeito que está, abandonada, vai ser pior. Não foi uma boa opção a suspensão da obra — comentou Loureiro.

ESTRADA SERÁ FECHADA À NOITE

A procuradora da República Monique Cheker, no entanto, diz que, do jeito que a obra está sendo feita, haverá mortes de animais por atropelamento no Parque Nacional da Serra da Bocaina.

— Apenas dois quebra-molas serão construídos. A velocidade dos carros precisa ser de 30km/h. Há animais em extinção, e não quero ver uma onça morta por atropelamento. São necessários pelo menos 12 quebra-molas, segundo um estudo feito por um especialista em estrada de Minas Gerais — contou.

O prefeito de Paraty, Carlos José Gama Miranda, o Casé, também lamenta a decisão da Justiça e ressalta que a estrada, após sua abertura, será fechada à noite.

— Essa estrada é um anseio da população há 62 anos. Ela será uma opção turística, com mirantes e a visualização do Caminho do Ouro, que foi resgatado durante as obras. Será a primeira estrada-parque de fato, pois está sendo feita com bloquetes de concreto intertravados, que reduzem o barulho e a velocidade dos veículos.


Globo Online | 20-Set-2014 11:00

Iate encalhado há uma semana no Rio deve ser retirado neste sábado

Embarcação encalhou na Praia da Reserva no último sábado (20). Área foi interditada preventivamente pelo risco de contaminação da água.
G1.com.br | 20-Set-2014 10:50

Europeias e americanas pagam até R$ 15 mil para ter 'bumbum brasileiro'

Congresso de cirurgia plástica debate novos procedimentos estéticos. Evento acontece até segunda-feira (22), na Barra da Tijuca, Zona Oeste.
G1.com.br | 20-Set-2014 10:50

Supervia denuncia autor de aviso que ironiza superlotação; veja vídeo

Adesivo que simula ser oficial pede que passageiros deem 'colo' para outros. Câmeras de vigilância flagraram suspeito de colar a peça nos trens.
G1.com.br | 20-Set-2014 03:40

Suspeito é morto após tentativa de assalto na Avenida Brasil, no Rio
Homens tentaram roubar motorista na altura de Barros Filho, segundo a PM. Policiais civis viram a ação e balearam um dos assaltantes.
G1.com.br | 20-Set-2014 02:46

Funcionários dos Correios do RJ encerram greve após acordo
Categoria receberá gratificação de R$ 300. Agências funcionarão normalmente a partir desta segunda-feira (22).
G1.com.br | 20-Set-2014 01:50

Rio - 20h45: Ônibus enguiçado bloqueia faixa da Av. Rio de Janeiro
Incidente ocorreu na altura do Caju. Trânsito era lento no sentido Avenida Brasil.
G1.com.br | 20-Set-2014 01:46

Rio - 20h40: Obra bloqueia faixa da Avenida Cesário de Melo, no Cosmos
Serviço era realizado na altura da Rua Conceição do Castelo. Motoristas enfrentavam lentidão no sentido Campo Grande.
G1.com.br | 20-Set-2014 01:41

Rio - 20h30: Ocorrência policial ocupa faixa da Avenida Brasil, em Acari
Incidente ocorreu na pista central, no sentido Zona Oeste. Motoristas enfrentavam lentidão desde Manguinhos.
G1.com.br | 20-Set-2014 01:34

Morre jovem atropelada no dia do aniversário na Ilha do Governador
Ana Beatriz Novais ficou internada por mais de 10 dias. Testemunhas dizem que motorista estava bêbado e não prestou socorro.
G1.com.br | 20-Set-2014 01:18

TRE fecha centros sociais ligados a candidatos do PROS em Caxias, RJ
Dois centros funcionavam de forma camuflada. Fiscais apreenderam receituários, guias do SUS e amostras de remédios.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:51

Lindberg promete estimular comércio em Madureira, Rio
Com R$ 4 bilhões seria possível reformar estações da Supervia, diz ele. "Tem que haver reforma das estações", afirma candidato.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:46

Polícia investiga esquema de desvio de dinheiro em aeroporto do Rio
Empresa que administrava estacionamento teria lucrado milhões de reais. Controle de entrada e saída de veículos era ignorado para desviar verba.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:46

Rio - 19h40: Carro enguiçado interdita faixa da Linha Vermelha
Incidente ocorreu na altura de São Cristóvão. Motoristas enfrentavam retenções no sentido Baixada.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:42

Rio - 19h40: Obra bloqueia faixa da Avenida das Américas, na Barra
Serviço era realizado na altura do Village Mall. Motoristas enfrentavam lentidão no sentido Recreio.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:38

Crivella promete regularizar vans na Ilha do Governador se for eleito
Ele conversou com eleitores e falou das propostas de transporte alternativo. Candidato do PT também disse que solucionará a falta d'água na Ilha.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:37

Garotinho promete investir no tratamento de dependentes químicos
Candidato caminhou por Madureira nesta sexta-feira (19). Ele falou sobre projetos sociais que pretende ampliar ou retomar.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:36

Rio - 19h30: Acidente ocupa trecho da Linha Vermelha, em Caxias
Acidente com moto ocorreu no sentido Baixada. CET-Rio e o Corpo de Bombeiros estavam no local.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:35

PM é baleado durante troca de tiros no Engenho Novo, Zona Norte do Rio
Policiais apuravam denúncia sobre recebimento de drogas no Cotovelo. Criminosos atacaram os policiais, que revidaram.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:18

Confronto de camelôs e guardas no Centro do Rio tem baleados
Confusão fechou ruas e entrada de estações. Até as 18h15, não havia informação sobre o estado de saúde dos feridos.
G1.com.br | 20-Set-2014 00:06

Blogueiros niteroienses bombam na rede e participam do Plaza Trends
O casal Fran Sartor e Paulo Herédia mantém blog Capitão Zeferino e são patrocinados por diversas marcas - Bruno Ryfer / Divulgação

NITERÓI - Juntos, eles têm mais de 30 mil seguidores no Instagram. Em seus blogs, o acesso também é intenso. De olho nesta influência, a 3º edição do Plaza Trends, iniciada ontem, conta com a participação de niteroienses que bombam na rede: Maria Clara Guimarães, além do casal Fran Sartor e Paulo Herédia, criadores do blog Capitão Zeferino — uma referência à travessa onde ele cresceu, em Icaraí.

Em suas redes, os blogueiros farão a cobertura do evento, que terá workshops de maquiagem e fotografia, desfiles de marcas do shopping e a final do concurso Plaza Top Model.

Maria Clara é uma das “embaixadoras” do evento, o que inclui mimos exclusivos de lojas. Com 23 anos, o que era para ser uma distração se tornou uma carreira paralela à faculdade de Estatística. Hoje, Maria tem parceria com várias marcas e é agenciada por uma empresa com setor específico para blogueiras.

Maria Clara é agenciada por empresa - / Divulgação

— Tenho uma tripla jornada: estudo, estagio e posto diariamente no meu blog e Instagram. O ideal seria, no meu futuro, conciliar a moda com a minha carreira — declara Maria, que elege suas peças favoritas. — Atualmente, estou usando muito cropped trops com saia midi. Os quimonos são também uma peça coringa, pois dão uma levantada em qualquer look básico.

Os fotógrafos Fran e Paulo começaram com o blog Capitão Zeferino para fotografar looks legais nas ruas de Niterói, mas logo passaram a ser assediados por marcas que queriam que eles mesmos fossem os modelos. Hoje, 50% do sustento do casal vem de patrocínios.

— Nosso diferencial está na qualidade das nossas fotos e também no fato de sermos um casal, o que gera muita curiosidade — conta o fotógrafo niteroiense, para quem o estilo da cidade é relax de dia, e sofisticado à noite.

Confira a programação do evento:

19/09 – 18h: Workshop de moda com o stylist Leo Neves

20/09 – 17h: Desfiles da Arezzo, Richards e Dress To

19h Desfiles da Oh Boy!, Redley e Le Lis Blanc

21/09 – 17h: Desfiles da Hope, Multi Marcas e Cantão

19h Desfiles da Sacada, John John e Animale

22/09 – 18h: Bate papo com Lalá Noleto e Paula Merlo

23/09 – 14h: Desfile Social pela ONG Niterói + Humana

18h: Workshop “Vida de Modelo”, com Sérgio Mattos

24/09 – 18h: Workshop de fotografia, com Romulo Soares

25/09 – 18h: Workshop de maquiagem, com G Júnior

26/09 – 18h: Final do concurso Plaza Top Model 2014

27/09 – 17h: Desfiles da Track&Field, Addict e Maria Filó

19h: Desfiles da Hering, Reserva e Arezzo

28/09 – 17h: Desfiles Infantis da Tip Top, EPK e Richards Kids

19h: Desfiles Infantis da Só Socks, Lilica e Tigor e Reserva Mini


Globo Online | 20-Set-2014 00:00

Prefeitura de Rio tenta 'casar' com a de Curitiba e faz campanha na web

Após pedido no Facebook, já foi lançada a campanha #aceitaCuritiba. 'Precisamos nos conhecer melhor', responderam curitibanos.
G1.com.br | 19-Set-2014 23:54

Ex-diretor da ANP é denunciado por suspeita de esquema de propina
Funcionários cobraram R$ 40 mil a advogada, segundo investigações. Ela, porém, não concordou com o esquema e delatou o caso.
G1.com.br | 19-Set-2014 23:18

Orquestra do projeto Agência do Bem se apresenta durante o Barra Week

RIO — Vozes e melodias vão embalar o público no Teatro dos Grandes Atores no dia 28, a partir das 11h. O “Concerto de domingo” será apresentado pela Orquestra e Coro Nova Sinfonia, que é formada por 42 alunos de 8 a 17 anos das Escolas de Música e Cidadania, projeto criado pela ONG Agência do Bem em 2005, em Vargem Grande.

Em trajes de gala, os jovens vão tocar composições de grandes nomes da música clássica, mas sem deixar de homenagear artistas da MPB, como Roberto Carlos e Dorival Caymmi.

— Acreditamos na formação da cidadania por meio da música — diz Alan Maia, presidente da Agência do Bem, que já atendeu mais de 1.200 jovens. — Há cerca de três anos, decidimos fazer o investimento na estruturação de uma orquestra de fato, com instrumentos e um espaço de melhor qualidade, que ajudassem a potencializar o talento dos alunos. Hoje, reunimos os que têm mais destaque nas turmas para formar este grupo.

Desde março, a orquestra faz dois ensaios semanais na Cidade das Artes. Maia é firme ao falar sobre o trabalho e o empenho dos jovens:

— É uma experiência que reconhecemos como uma das mais vitoriosas.

Atualmente, a Agência do Bem conta com três polos comunitários, em Vargem Grande, em Vargem Pequena e na Cidade de Deus.


Globo Online | 19-Set-2014 23:00

Barra World promove seu já tradicional Halloween durante o Barra Week

RIO — Nos dias 27 e 28, chega à terceira edição a “Super Festa de Halloween no Barra World”, e o shopping será tomado por bruxas, monstros, zumbis e vampiros. Em meio aos doces e às travessuras, a programação gratuita inclui oficina artística, gincana, desfile de fantasia, show “Monster High" e lanche.

Embora o Halloween seja típico dos países de língua inglesa, para uma das novidades deste ano a inspiração veio de uma comemoração tipicamente brasileira: as quadrilhas juninas, conta José Koury, idealizador do Barra World.

— Duas companhias de dança vão fazer a Dança dos Monstrinhos, com as crianças de 3 a 9 anos. Elas estarão fantasiadas para as apresentações — diz. — A atividade será realizada nos dois dias, às 20h30m, e receberá as últimas inscrições nesta segunda (dia 22), das 19h às 20h, na Praça da França. Outra novidade é o Castelo dos Vilões, na Praça da Alemanha, semelhante ao da Universal Studios.

Nas edições anteriores, houve quem se espantasse ao deparar com a festa sendo realizada em setembro, já que o mês oficial é outubro, conta Koury.

— Nós o antecipamos porque em outubro temos muitas atividades do mês das crianças. Mesmo sendo uma festa estrangeira, o Halloween tem feito parte do calendário de várias escolas no Rio.

+ INFO

“Super Festa de Halloween no Barra World” — Av. das Américas, km 14. Dias 27 e 28, a partir das 16h . Tel.: 2199-2200.

Grátis


Globo Online | 19-Set-2014 23:00

Durante o Barra Week, pedagoga falará sobre contribuições da neurociência para o ensino

RIO — O que faz com que aprendamos algumas coisas e outras não? Como nosso cérebro guarda determinadas informações? Existe uma fórmula para o aprendizado? Há um método certo de ensino para crianças com até 7 anos? Estes são alguns dos questionamentos que a pedagoga e psicopedagoga Daniela Mello, da Escola da Pedra da Gávea, fará na palestra “Cognição e comportamento — Os desafios da educação no século XXI”, no dia 25, às 19h.

— A ideia é conversarmos sobre a contribuição da neurociência para a questão da aprendizagem; sobre o que está se falando agora das descobertas científicas em relação à educação e qual a cooperação dessas pesquisas para o ambiente escolar.

O tema do encontro pode parecer restrito a profissionais das áreas de ciência e educação, mas estará em pauta também o que é aprendido diariamente no âmbito social e familiar durante a primeira infância (até os 7 anos), explica a palestrante.

— Nós acreditamos que essas relações não são desconectadas. Estamos atentos à questão de o aprendizado não estar restrito à escola. Vamos destacar a importância desse período para a vida da pessoa.

A palestra será direcionada para o público de educadores e para os interessados em saber sobre a primeira infância, principalmente os pais. Sem termos técnicos, Daniela afirma que o encontro terá um viés de bate-papo:

— Nós temos o hábito de fazer palestras para famílias e professores, e não dá para falar um “pedagogês”. Será usada uma linguagem mais simples. É usar o conhecimento da nossa prática em sala de aula para passar essas descobertas aos outros.

Quem quiser participar deve se inscrever pelo telefone da escola ou na secretaria da unidade. É preciso levar uma lata de leite em pó, que será doada para a ONG One By One, que cuida de crianças com necessidades especiais.

“Cognição e comportamento — Os desafios da educação no século XXI”. Dia 25, às 19h. Escola Pedra da Gávea — Rua Professor Milward 110, Barra. Tel.: 2494-0440.

Doação de uma lata de leite em pó


Globo Online | 19-Set-2014 23:00

No Barra Week, CEC Escola troca ingressos de peça por dois quilos de alimentos

RIO — O palco do Teatro Antonio Fagundes, na CEC Escola, será transformado na Terra de Oz, e a plateia poderá acompanhar as aventuras de Dorothy e seus três amigos — O Espantalho, o Homem de Lata e o Leão Covarde — na viagem de volta para casa, em meio a lições de amizade. O público que comparecer à sessão de “O Mágico de Oz” especial para o Barra Week, no dia 27, além de se divertir, poderá ajudar a quem precisa. Para assistir ao espetáculo, basta levar dois quilos de alimentos não perecíveis, que serão doados a instituições da região. A proposta da arrecadação no lugar do valor da entrada veio dos estudantes do projeto Minicidade, promovido na escola, explica a coordenadora, Joelma Fernandes:

— O espaço é voltado para estimular a cidadania dos alunos, e lá trabalhamos tudo o que é voltado para a sociedade. A ideia da doação é compartilhar algo para além da escola, e servir de ponte para ajudar pessoas que estão à nossa volta.

Joelma conta que ainda há planos de ampliar a participação dos alunos:

— As crianças vão ter a possibilidade de fazer as entregas. Queremos levá-los para que saibam o quanto ações como essa são importantes no meio social.

A peça, com adaptação e direção de Cristiane Sanctos, apresenta novos arranjos e gravações de músicas do filme clássico, que estreou há 75 anos. O espetáculo ganhou efeitos especiais, e O Castelo de Esmeralda tem espaço garantido. “O Mágico de Oz” tem classificação livre, e promete mexer com a imaginação dos adultos também.

+ INFO

Dia 27/9, às 16h. Av. Ayrton Senna 2.541- A. Tel.: 2432-4000. Os ingressos podem ser adquiridos na escola, com antecedência ou no dia do espetáculo, em troca de dois quilos de alimentos não perecíveis.


Globo Online | 19-Set-2014 23:00

Restaurantes e lojas reservam promoções e lançamentos durante o Barra Week

RIO — Em todas as edições, o Barra Week deixa um gostinho de quero mais para os clientes, principalmente para quem aproveita o evento para experimentar novos pratos e bebidas. Este ano, não podia ser diferente. Restaurantes e lojas preparam promoções e descontos saborosos.

O Butiquim do Nonno oferecerá um combinado a preço especial, e o empório Tricana Barra está com desconto em vinhos, azeites e espumantes de três marcas. Já a loja Chef Mania tem brinde para quem fizer compras acima de R$ 50.

No L’Entrecôte de Paris, na expansão do CasaShopping, a dica é saborear o único prato principal da casa de segunda a sexta-feira. É que, durante o Barra Week, a cada dois pratos pedidos nestes dias o cliente poderá degustar gratuitamente, como sobremesa, um cheescake com calda de frutas vermelhas ou um crème caramel. Há ainda a promoção de chope duplo, válida a semana toda, inclusive aos sábados e domingos.

O cardápio enxuto pode soar estranho para alguns, embora a única filial carioca da marca paulista tenha sido inaugurada há cerca de seis meses. E o prato L'Entrecôte Classique pode até parecer simples, mas não é, garante o Marcelo Malta, sócio da casa.

— Nosso lema é: você pode comer um bife com batata frita em qualquer lugar, mas não será como o nosso. O corte da carne é único; a batata tem receita especial, é fininha e sequinha; e o molho tem todo um mistério — afirma.

O restaurante se destaca também pela decoração francesa, e, principalmente, pelo molho secreto. A enigmática receita é guardada há anos em segredo. Nem mesmo os sócios da casa carioca sabem onde ele é feito ou quem o prepara. A mistura leva 21 ingredientes e demora 36 horas para ficar pronta. Outra peculiaridade é que há seis opções de ponto para pedir a carne.

— Tem quem já conheça a casa de outras franquias. Mas ainda há muitos curiosos, que vêm para experimentar. O cardápio com só um prato principal chama a atenção, e ainda há quem se assuste — conta Malta.

QUEM MANDA É O FREGUÊS

No ano passado, o Butiquim do Nonno aproveitou o Barra Week para testar um novo prato no cardápio. Agora, a casa repete a dose e oferece uma novidade: costela de cordeiro fran rack com batatinhas rosti e molho chimichurri. O proprietário, André Jorge, diz que a criação foi uma sugestão de clientes.

— Muitos estavam pedindo esse prato, e resolvemos lançá-lo agora. Na edição passada do Barra Week, tivemos uma boa receptividade com o t-bone steak, que incluímos no cardápio — conta.

Além do lançamento, o restaurante oferece desconto no seguinte combinado: quem pedir o prato especial, dois chopes caldereta e dois picolés Diletto paga R$ 62,50, em vez de R$ 102,50.

— O molho chimichurri é apimentado, por conta da calabresa e da páprica picante. No fim, comer o melhor sorvete do mundo, que tem uma textura única, é uma boa combinação — garante.

Sobre o chope servido na casa, o proprietário garante que é diferente de todos os outros vendidos no Recreio:

— Aqui, nós temos o chope com espuma de creme. Normalmente, os bares usam somente CO2. Nós usamos uma bala de nitrogênio, que faz com que a espuma saia mais cremosa e dure mais. A bebida combina com um prato fino como a costela de cordeiro.

Outras opções no Butiquim do Nonno são os petiscos, como os bolinhos de feijoada e de carne-seca com aipim. As picanhas de cortes argentinos e uruguaios também estão entre as mais pedidas.

— Sempre digo que é dos pampas para a mesa. O gado dos dois países é criado em terreno plano, e isso influencia diretamente na maciez da carne — explica Jorge.

PARA DEGUSTAR EM CASA

O Barra Week será tempo também de comprar vinhos, espumantes e azeites importados com desconto de 10% na Tricana Barra. Os produtos de marcas como Casa Ermelinda Freitas, Vinhos Douro Superior e Colinas de São Lourenço, alguns deles novidade na casa, terão preço especial. A proprietária, Maria Augusta Vieira Wendhausen, aponta dois vinhos que se sobressaem entre os demais:

— O São Lourenço Bairrada é um dos mais vendidos. E o Principal Tinto Grande Reserva tem se destacado no cenário internacional pelo título de melhor vinho na lista elaborada por Luca Gardini, eleito o melhor sommelier do mundo em 2010.

No empório, a maior parte dos produtos é importada, principalmente de Portugal. Embora queijos, linguiças, frutas secas e bacalhau não entrem na promoção, são uma ótima opção para acompanhar as bebidas, principalmente se regados ao azeite.

Para aqueles que gostam de colocar a mão na massa, literalmente, a loja Chef Mania dá de brinde uma forminha de silicone a cada R$ 50 em compras.

— Temos uma grande variedade de produtos de marcas nacionais e estrangeiras, como facas e panelas, e muitas opções na área de confeitaria — conta a proprietária, Marcella Rangel.


Globo Online | 19-Set-2014 23:00

Camelôs e guardas entram em confronto no Centro do Rio
Entrada da estação Uruguaina do metrô foi fechada. Rua Uruguaina foi interditada por causa da confusão.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:50

Guardas municipais e camelôs entram em confronto na Rua Uruguaiana, no Centro

RIO — Guardas municipais e vendedores ambulantes se envolveram num tumulto no fim da tarde desta sexta-feira no Centro. Segundo a Polícia Militar, a confusão começou durante uma operação no camelódromo da Rua Uruguaiana. Um ônibus da Guarda Municipal foi depredado e pelo menos duas pessoas ficaram feridas. As vítimas foram levadas para o Hospital Souza Aguiar. Policiais militares do Batalhão de Choque, policiais do 5º BPM (Praça da Harmonia) e guardas municipais estão no local reforçando o policiamento.

Por causa do ocorrido, a Rua Uruguaiana chegou a ser interditada na altura da Avenida Presidente Vargas, mas já foi parcialmente liberada ao tráfego de veículos. Com isso, os motoristas de veículos de passeio voltam a não poder seguir pela Avenida Rio Branco, sob pena de multa. O tráfego na Rio Branco havia sido liberado mais cedo, por conta do bloqueio na Uruguaiana. O fechamento total da via, iniciado por volta de 17h30m, durou cerca de 45 minutos.

O confronto entre guardas municipais e ambulantes ilegais da Rua Uruguaiana começou às 17h. Os guardas municipais realizavam uma operação de rotina, recolhendo material ilegal, quando os camelôs reagiram. No tumulto, os agentes teriam usado spray de pimenta e há relatos de que também teriam atirado, mas a Guarda Municipal não confirma a informação.

Como medida de segurança, o Metrô Rio fechou o acesso na Rua Uruguaiana à estação por cerca de dez minutos. De acordo com o órgão, a medida não afetou as viagens das duas linhas. A entrada foi liberada aos passageiros novamente por volta de 18h.


Globo Online | 19-Set-2014 22:49

Dois homens são presos no Rio após saque com cartões clonados
Eles efetuavam saques na agência do Banco do Brasil em Cascadura. Suspeitos estavam com R$8.250, celulares e cartões das vitimas.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:41

Rio - 17h30: Acidente interdita faixa da Avenida Lauro Sodré, na Zona Sul
Carro e moto bateram na altura da Rua Álvaro Ramos. Motoristas enfrentavam retenções no sentido Leme.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:35

Rio - 17h30: Colisão interdita faixa da Avenida Brasil, na Penha
Dois carros bateram na pista central. Trânsito tinha retenções no sentido Centro.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:31

Rio - 17h20: Av. Teixeira de Castro tem faixa bloqueada, em Ramos
Uma pessoa teria subido em uma árvore próxima à uma rede elétrica. Incidente ocorreu na altura da Rua Silva Nunes, no sentido Bonsucesso.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:24

Rio - 17h10: Táxi cai do viaduto de Quintino, na Zona Norte
Via e pista da Rua Elias da Silva estavam bloqueadas no sentido Piedade. Taxista teve ferimentos leves.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:14

Com crise de sinusite, 2º show de Belo é cancelado em uma semana

Cantor se apresentaria no dia 25 de setembro, em Vilas do Atlântico. Ele também não pôde participar de Salvador Fest, que ocorreu no sábado.
G1.com.br | 19-Set-2014 22:02